Spurs (38-11) @ Wolves (18-28) – Green Day

104×94

O San Antonio Spurs abriu a Rodeo Trip de 2013 com vitória sobre o Minnesota Timberwolves nesta quarta-feira (6). Com ausências importantes para os dois lados (Tim Duncan e Manu Ginobili pelos visitantes; Kevin Love e Andrei Kirilenko pelos donos da casa), os texanos contaram com a providencial inspiração de Danny Green nos arremessos longos para abrir vantagen no último quarto e selar o 11° triunfo consecutivo na temporada, com placar final de 104 a 94. Vamos aos destaques do confronto.

(AP Photo/Genevieve Ross)

¡Uno! ¡Dos! ¡Tre!

Ele não foi o cestinha da partida, mas sem dúvida foi o dia de Danny Green. O ala-armador brilhou e estabeleceu dois novos recordes pessoais. Com os 28 pontos anotados, Green alcançou sua melhor marca em toda a carreira. As oito bolas de três pontos convertidas também passam a ser seu maior número como jogador da NBA.

E os arremessos de Green vieram em momentos cruciais. Dos 28 pontos, 14 foram anotados no último quarto, e quatro dos oito tiros longos também foram convertidos nos 12 minutos finais. Ao lado de Parker, o camisa #4 foi o responsável por liquidar a fatura diante do Wolves.

8 ou 80

Ainda sobre Danny Green, quem acompanha o Spurs há algum tempo sabe que o ala-armador não é o suprassumo da regularidade. Para citar como exemplo, em 15 jogos que disputou no mês de janeiro, ele deixou a quadra zerado em três oportunidades e em outras sete ficou abaixo dos dez pontos. Porém, o camisa #4 subiu de produção nas últimas três partidas e anotou ao menos 15 pontos em todas elas – 17 diante do Chalorrte Bobcats, 15 contra o Washington Wizards e, agora 28, sobre o Wolves. Não foi contra as defesas mais sufocantes da Liga, mas, em um momento em que o time lida com a ausência de Manu Ginobili, é importante ter uma arma confiável no perímetro.

(David Sherman/NBAE/Getty)

MVParker

Será que é utópico pensar em dar o prêmio de MVP da temporada para Tony Parker? O francês não possui números tão inflados quanto LeBron James, Kevin Durant ou Carmelo Anthony, mas é inegável sua liderança e importância para a equipe que, hoje, tem a melhor campanha de toda NBA. Diante do Wolves, o armador ditou o ritmo o tempo todo e saiu de quadra com 31 pontos e oito assistências.

O futuro é agora

Quem também mostrou eficiência foi o jovem Kawhi Leonard. Com a expectativa de assumir maiores responsabilidades num futuro próximo, o ala foi bastante acionado no ataque e correspondeu. Foram 19 pontos e 7 de 13 arremessos de quadra convertidos. Além disso, com Duncan poupado pelo técnico Gregg Popovich, Leonard também assumiu a condição de reboteiro e foi o melhor da equipe no fundamento, com dez ressaltos coletados.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 31 pontos, 6 assistências  e 5 rebotes

Danny Green – 28 pontos (8-12 3 PT)

Kawhi Leonard – 19 pontos e 10 rebotes

Tiago Splitter – 12 pontos e 7 rebotes

Minnesota Timberwolves

Nikola Pekovic – 21 pontos e 10 rebotes

Derrick Willians – 15 pontos e 12 rebotes

JJ Barea – 15 pontos

Ricky Rubio – 9 pontos e 11 assistências

About these ads

Sobre Victor Moraes

Formado em Jornalismo no ano de 2012 pela Universidade Metodista de São Paulo. Fanático por esportes, sobretudo o basquete, onde também se arrisca a jogar uma peladinha com os amigos. Tem Tim Duncan como maior ídolo e se orgulha de fazer parte da equipe do Spurs Brasil desde a criação.

Publicado em 07/02/2013, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 9 Comentários.

  1. Grande Tony Parker!!!!!

    como acompanho a NBA apenas desde 2010 gostava de saber as vossas opinioes sobre a época do Parker em 2008-2009, em que ele teve 22 pontos por jogo e 7 assistencias, porque parece que essa até foi a melhor temporada dele.

    Obrigado

    • André, de fato, em relação aos números, aquela foi, talvez, a melhor temporada do Parker. Mas ele ainda não tinha para a equipe a importância que tem hoje – já dá para dizer que ele é o principal jogador do Spurs. Por isso, eu considero que ele está no auge da carreira hoje

  1. Pingback: De olho em Jefferson e Gelabale, Spurs pode trocar Splitter « Spurs Brasil

  2. Pingback: Vídeo: Danny Green on fire | Destino Riverwalk

  3. Pingback: Spurs (39-11) @ Pistons (18-32) – Temporada Regular « Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (39-12) @ Pistons (19-32) – Acidente de percurso « Spurs Brasil

  5. Pingback: Spurs (49-15) @ Wolves (21-39) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  6. Pingback: Spurs (58-23) vs. Timberwolves (30-51) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores