Arquivo diário: 05/02/2013

Cory Joseph disputará o All-Star Game da D-League

Não é só na NBA que o San Antonio Spurs terá representantes no All-Star Game. Nesta segunda-feira (4), a D-League anunciou os atletas que estarão no seu jogo das estrelas e Cory Joseph, armador canadense ligado à franquia texana, participará da partida festiva.

Boa, garoto! (Reprodução/nba.com/dleague/austin)

Joseph foi selecionado pelo Spurs na 29ª escolha do Draft de 2011. No entanto, por ainda ser um pouco cru para a NBA, o armador tem ganhado experiência no Austin Toros, equipe da D-League filiada à franquia texana.

Nesta temporada, Joseph entrou em quadra em 18 oportunidades com a camisa do Toros e apresentou médias de 19,8 pontos (45,5% FG, 45,6% 3 PT, 78,9% FT), 5,1 rebotes e 4,7 assistências em 37,9 minutos por exibição. O canadense chegou a atuar em dez partidas com o Spurs, obtendo, em média, 1,9 pontos (42,1% FG, 16,7% 3 PT, 100% FT) e 1,3 assistências em 6,8 minutos por jogo.

Spurs chama Baynes de volta do Toros

Aron Baynes estará presente na Rodeo Road Trip. Nesta segunda-feira (4), o San Antonio Spurs informou que solicitou o retorno do pivô australiano do Austin Toros, time da D-League, a liga de desenvolvimento da NBA, filiado à franquia texana.

Ele voltou! (Soobum Im-USA TODAY Sports)

Baynes foi contratado pelo Spurs no dia 23 de janeiro. O pivô australiano estreou pela equipe texana na vitória sobre o Dallas Mavericks atuando por pouco segundos e teve sua primeira chance real de mostrar serviço no triunfo sobre o Charlotte Bobcats, quando anotou seis pontos e nove rebotes em 18 minutos.

Em seguida, Baynes foi enviado para o Austin Toros. O big man estreou na D-League na derrota por 115 a 109 para o Bakersfield Jam, na última sexta-feira, quando impressionou ao deixar a quadra com 30 pontos, dez rebotes e dois tocos em pouco mais de 30 minutos. Na noite seguinte, contra o mesmo adversário, o pivô tinha seis pontos, oito rebotes, duas assistências e duas roubadas de bola em 24 minutos quando deixou a quadra machucado – a princípio, a lesão não é grave.

Baynes passa a ser opção para o técnico Gregg Popovich no garrafão, principalmente por conta da contusão de Tim Duncan. No entanto, o camisa #16 também é dúvida para o jogo de quarta-feira, fora de casa, contra o Minnesota Timberwolves.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores