Arquivo diário: 22/01/2013

Spurs (33-11) @ Sixers (17-24) – Foi por pouco…

   90x85

Na noite desta segunda-feira (21), o San Antonio Spurs continuou na costa leste após vencer o Atlanta Hawks e, desta vez, seu adversário foi o Philadelphia 76ers. Diante do adversário, a equipe texana venceu sua quinta partida consecutiva por 90 a 85. Ainda sem contar com Manu Ginobili, afastado devido a uma lesão, a equipe comandada por Gregg Popovich tropeçou no final do jogo e por pouco não saiu com o resultado negativo. Confira os destaques da partida.

Kawhi Leonard foi um dos destaques do Spurs (Jesse D. Garrabrant/NBAE/Getty )

O começo

Antes do início de jogo, foi prestada uma homegem ao comentarista e ex-jogador do 76ers, Charles Barkley. Nos primeiros tempos de partida, o Spurs jogava bem. A equipe visitante venceu o primeiro quarto por 25 a 17, com excelentes atuações de Tim Duncan e Tony Parker. Ambos colocavam o time no jogo, contribuindo com pontos e assistências. O segundo período seguiu o rumo do anterior. Com ótimo passe de Nando de Colo para Tiago Splitter e, novamente, com The Big Fundamental como destaque, o time texano venceu o segundo quarto por 24 a 18, levando o jogo para o intervalo com 14 pontos de vantagem.

Eles fizeram a diferença (Jesse D. Garrabrant/NBAE/Getty)

O fantasma do terceiro quarto

No começo do segundo tempo de partida, o Spurs vencia o jogo por 53 a 39, mas não conseguiu manter o ritmo. Em menos de dois minutos, o time do 76ers conseguiu reduzir a diferença no placar para apenas quatro pontos. Abalado, mas ainda vivo na partida, o time visitante tentava abrir vantagem com Kawhi Leonard e Duncan, mas os erros consistentes, ora no ataque ora na defesa, faziam com que os donos da casa diminuíssem a diferença no placar. Assim, a equipe texana perdeu o terceiro quarto por 29 a 22 e teria que recuperar a vantagem no último quarto.

No último tempo de jogo, o 76ers mostrou que podia acabar com a festa dos visitantes e, a cada ponto que sofria, conseguia se recuperar e diminuir a diferença para o adversário. Em determinado momento de jogo, o Spurs não resistiu e foi passado no placar. O time da casa chegou a abrir sete pontos de vantagem, mas não conseguiu mantê-la.

Depois de uma bola recuperada, Kawhi Leonard puxou o contra-ataque, converteu os dois pontos e, em seguida, acertou um arremesso de três pontos, colocando sua equipe de volta no jogo. Com o jogo empatado, Tim Duncan e Tony Parker recuperaram a vantagem, carimbando a vitória para o time.

A franquia texana volta a entrar em quadra contra o New Orleans Hornets, na quarta-feira (23), enquanto que o Philadelphia 76ers enfrenta o Milwaukee Bucks, na terça.

Ótima média

Com o resultado obtido no jogo contra o 76ers, o Spurs atingiu a marca de 14 jogos sem deixar que o adversário ultrapassasse os 90 pontos. Uma boa notícia, levando em consideração que o time deve aproveitar essa estatística e começar a pontuar mais, principalmente no terceiro quarto, que é quando vem caindo o ritmo da equipe.

Tim Duncan e Tony Parker

Os dois jogadores que fazem parte do Big Three, junto com Manu Ginobili, estão mostrando que cada vez mais são importantes para o time. Na vitória em cima do time da Filadélfia, a dupla assumiu a responsabilidade em momentos importantes da partida, como no primeiro e no último quarto, e juntos somaram 44 pontos e 13 assistências no jogo.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 24 pontos, 17 rebotes e cinco assistências

Tony Parker – 20 pontos e oito assistências

Kawhi Leonard – 16 pontos e sete rebotes

Tiago Splitter – Dez pontos e 12 rebotes

Philadelphia 76ers

Evan Turner – 18 pontos e 12 rebotes

Spencer Hawes – 16 pontos

Jrue Holiday – 15 pontos e oito assistências

Thaddeus Young – 14 pontos e seis rebotes

Nick Young – 12 pontos

R.C. Buford “não vai a lugar nenhum”

Com a notícia da venda do Sacramento Kings para um grupo de Seattle, surgiu o rumor de que os novos donos da franquia estariam interessados em contratar R.C. Buford, General Manager do San Antonio Spurs. Porém, de acordo com o site HoopsHype, o dirigente não deve deixar a franquia texana.

Competência de Buford chamou a atenção (Garrett W. Ellwood/NBAE via Getty Images)

Segundo o jornalista Mike Monroe, uma fonte ligada ao Spurs informou que Buford “não vai a lugar nenhum” apesar do interesse.

Buford está no Spurs desde 1994, quando foi contratado para ser chefe do departamento de prospecção e estatística da franquia. O dirigente está no cargo de General Manager desde 2002 e, no período, sagrou-se campeão da NBA em 2003, 2005 e 2007.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores