Arquivo diário: 14/12/2012

Gregg Popovich recusou oferta para ser técnico da Rússia

De acordo com reportagem do site americano Project Spurs, Gregg Popovich recusou uma oferta para se tornar técnico da seleção russa masculina de basquete. O cargo está vago desde que David Blatt deixou a equipe nacional após conquistar a medalha de bronze nas Olimpíadas de Londres-2012.

Foto: Jonathan Daniel/Getty Images

Segundo o site Sportando, após ser procurado pela seleção europeia, Pop decidiu recusar a oferta alegando “razões pessoais”. Vale lembrar que o treinador é formado em Estudos Soviéticos e fala russo fluentemente.

Vale lembrar que Pop também é especulado para o cargo de técnico da seleção americana. A vaga ficou sem dono depois que Mike Krzyzewski decidiu sair do comando após sagrar-se campeão olímpico neste ano.

Spurs (18-6) @ Blazers (10-12) – Aí complica

90×98

O San Antonio Spurs terminou sua rápida viagem pelo Noroeste dos Estados Unidos com visita ao Portland TrailBlazers e não voltará ao Texas com nada positivo na bagagem. O jogo ruim e a derrota por 98 a 90 na madrugada de quinta (13) para sexta-feira fizeram com que a equipe chegasse, pela primeira vez na temporada, ao seu segundo revés consecutivo. Como consequência, o Oklahoma City Thunder tem agora a chance de abrir vantagem confortável na disputa pela liderança da Conferência Oeste. Veja abaixo o que de melhor rolou na partida.

(AP Photo/Don Ryan)

Lillard foi o pesadelo do Spurs; Neal foi bem mal (AP Photo/Don Ryan)

Ataque desligado

O dia foi completamente atípico para o ataque do Spurs. O número de arremessos errados impressionou e, no fim das contas, foi decisivo para a derrota. Se nos últimos jogos as bolas de três pontos foram cruciais para o desempenho positivo da equipe, no revés diante do Blazers elas colaboraram negativamente. Em 19 tentativas, apenas seis acertos, resultado muito abaixo do que vinha sendo registrado. Muito disso por conta da atuação irregular do ala-armador Gary Neal, que foi responsável por sete tentativas, convertendo apenas duas em cestas.

(AP Photo/Don Ryan)

Parker foi bem na pontuação, mas errou muito (AP Photo/Don Ryan)

Haja erro

A partida, como um todo, não foi atrativa para quem gosta de basquete bem jogado. Com um ataque bem abaixo do esperado e contra um adversário que também não vem apresentando um bom jogo ao logo da temporada, o Spurs errou muito e viu o número de turnovers ser crucial para a derrota. Ao todo foram 19 jogadas que acabaram atrapalhando o ataque texano, a maioria delas concentrada em jogadores que costumam errar menos, como Tim Duncan e Tony Parker.

Que saudade, Leonard

Não há dúvidas de que o ala Kawhi Leonard faz muita falta ao Spurs. Sempre que pinta uma derrota e o destaque do outro lado é um jogador de perímetro, nos perguntamos se os números não seriam diferentes com a presença do atleta lesionado.

Pois o duelo contra o Blazers foi mais um destes. O armador Damian Lillard deitou e rolou para cima da defesa texana e terminou a partida como cestinha e principal responsável pela vitória dos donos da casa. Ontem Leonard, mais uma vez, fez falta.

Sempre eles

De positivo podemos destacar os desempenhos do Big Three e também de Tiago Splitter, novamente os únicos jogadores com maior lucidez em quadra. Mesmo concentrando boa parte dos turnovers da equipe em suas mãos, eles foram responsáveis pelas melhores jogadas ofensivas e mantiveram o time na briga até o fim. Mas a partida deixou claríssimo que, se o Spurs quiser algo mais na temporada, deverá contar com atuação melhor dos coadjuvantes.

Um adendo

Gary Neal estava mal. Não acertou quase nada. Nando De Colo entrou e, em cinco míseros minutos que teve em quadra, mostrou muito mais desenvoltura ofensiva do que o companheiro. Não seria hora de Gregg Popovich deixá-lo mais em jogo?

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 21 pontos, 5 assistências e 4 turnovers

Tim Duncan – 16 pontos e 6 rebotes

Manu Ginobili – 12 pontos, 7 assistências e 6 rebotes

Tiago Splitter – 12 pontos e 7 rebotes

Portland TrailBlazers

Damian Lillard – 29 pontos, 7 rebotes e 6 assistências

LaMarcus Aldridge – 22 pontos

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores