Spurs (18-5) @ Jazz (13-10) – No estouro do cronômetro!

96x99

Na madrugada de quarta (12) para quinta-feira, o San Antonio Spurs visitou a equipe do Utah Jazz e perdeu sua quinta partida na temporada por 99 a 96, com uma bola convertida de três pontos no estouro do cronômetro por Mo Williams. Pelo time texano, os destaques foram Tim Duncan, que marcou um duplo-duplo anotando 22 pontos e incríveis 21 rebotes (18 defensivos), e o francês Tony Parker que guardou 22 pontos e distribuiu sete assistências.

Foi por muito pouco, Timmy! (Melissa Majchrzak/NBAE/Getty Images)

Haja Coração!

Pra quem esperava ver um jogão, certamente sentiu-se satisfeito com a partida. Os dois times não deixaram que o adversário abrisse vantagem em nenhum momento da partida. O Jazz conseguiu vencer o segundo quarto por 31 a 16, levando o duelo para o intervalo com a vantagem: 53 a 44. Mas isso logo mudou. Na volta para o segundo período de partida, o Spurs conseguiu surpreender os donos da casa e venceu o terceiro quarto por 27 a 18. A essa altura, o placar mostrava 71 a 71 e indicava que o jogo seria decidido na última parcial. E foi.

Parker fez boa partida (Melissa Majchrzak/NBAE/Getty)

O último quarto

O jogo seguia disputado na última etapa. O argentino Manu Ginobili distribui uma bela assistência por entre as pernas de Derrick Favors para Tiago Splitter, que converteu a bandeja. Em seguida, Tony Parker arremessou de dentro do garrafão e sofreu a falta. Até aí, o placar estava a favor do time texano. Porém, faltando pouco menos de 5 minutos, o Jazz voltou a encostar no placar. A partida encontrava-se empatada em 96 a 96 e foi aí que o milagre aconteceu.

Mo Williams, o armador que precisava se redimir com a torcida do Jazz, conseguiu. Após uma jogada planejada, faltando apenas seis segundos para o final do quarto e inicio da prorrogação, o camisa 5 recebeu a bola no meio de quadra, realizou alguns dribles (nenhum providencial) e arremessou de trás da linha de três pontos bem “na cara” de Danny Green. A bola não havia chegado à cesta quando soou o alarme. Mas caiu, acabando com o jogo ali mesmo e concretizando a vitória do Jazz. O placar final foi 99 a 96 para os donos da casa.

O próximo jogo do Spurs é contra o Portland Trail Blazers nesta quinta-feira, enquanto o Jazz enfrenta o Phoenix Suns na próxima sexta-feira (14).

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 22 pontos e 21 rebotes (18 defensivos)

Tony Parker – 22 pontos e 7 assistências

Danny Green – 12 pontos

Tiago Splitter – 10 pontos e 6 rebotes

Manu Ginobili – 8 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Utah Jazz

Paul Millsap – 24 pontos e 12 rebotes

Al Jefferson – 21 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

Gordon Hayward – 19 pontos, 7 rebotes e 6 assistências

Randy Foye – 13 pontos

About these ads

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas".

Publicado em 13/12/2012, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 16 Comentários.

  1. Ricardo Ferreira

    Alguns erros no final fizeram o Spurs perder. Tava 94 x 90, com posse de bola nossa e mesmo assim, não seguraram o placar. Depois da recuperação que fizeram, foi uma pena terem perdido.

  2. Pop insiste no quinteto titular mesmo qdo eles estão mal!! vejam metade do 2o e 4o quartos! foi qdo perderam!

  3. Gustavo Alves

    só que aí você está considerando UM jogo em especial. O Pop aposta no quinteto inicial pq fazendo isso ele motiva esses jogadores, que quer queira quer não, são os que fazem a diferença na temporada como um todo, além dos playoffs. Não faz a menor diferença ganhar ou perder essa partida, por isso, valorizar os jogadores que fazem a diferença é muito maior do que simplesmente a vitória.

    • Desvalorizar os jogadores que fizeram a diferença nos últimos 3-4 jogos é bem pior. Além disso não acredito que um parker, duncan (e ginobili) precisam de “valorização”! passaram desta fase faz muito tempo…

      • Gustavo Alves

        Mas ele não está desvalorizando os demais, ueh. Eles são reservas e são valorizados em muitas outras oportunidades. Não me vem à cabeça pq valorizar um reserva como se fosse um titular, ele não é. Eles não tem as mesmas responsabilidades que as “estrelas”. Duncan, Parker e Ginobili com certeza precisam de valorização, pq qualquer jogar precisa, independente de ser James Anderson ou Lebron James.
        Cada um deve ser valorizado conforme sua responsabilidade e seus meritos, se os titulares sao responsaveis por “desequilibrar” a partida, eles devem ser valorizados como tal, independe de fazerem ou não de forma eficaz. Concordo que se não está funcionando entao substitua o titular, mas não acho q seja o caso do Spurs.

  4. Eu acho que o Parker e o Duncan estão individualistas demais .

  5. gustavo alves mostrando que é sabidão! Essa cara não é fraco.

  6. Pop anda teimoso demais, deixa o splitter jogar mais tempo.

    Se ele tivesse ficado 5 minutos a mais em quadra, teriamos ganho.

    O Blair, só queimar numa fogueira essa pereba, ele e o bonner não servem para nada, poucos jogadores na NBA são tão inúteis.

    Spurs tem um grande problema que passa muito despercebido, mas os jogadores oscilam demais. Nisso entra a força do elenco e alguém se destaca, mesmo assim, a oscilação é grande e acaba prejudicando a equipe.

    Splitter melhorou demais, merece mais tempo ainda de quadra.

  7. Pra mim existe o quinteto inicial e quem está no banco no início. Durante o jogo, quem está bem joga mais, e quem não está bem não precisa jogar tanto (obviamente mantendo uma rotação/combinação razoável). Esta postura de deixar o quinteto inicial jogando, mesmo que esteja mal, já custou alguns playoffs do spurs!

  8. Felipe Ladislau

    mais uma temporada vamos ter que aguentar o Blair, que alias quase saiu. O pior é que ningém vai querer fazer uma troca com ele e o Bonner, esse que tem um alto salário ainda

  1. Pingback: Spurs (18-5) @ Blazers (9-12) – Temporada regular « Spurs Brasil

  2. Pingback: Tim Duncan ainda é um All-Star? « Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (18-6) vs Celtics (12-10) – Temporada Regular « Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (24-8) @ Mavericks (12-19) – Ex-rivais « Spurs Brasil

  5. Pingback: Spurs (52-16) vs Jazz (34-34) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores