Arquivo diário: 10/12/2012

Spurs (17-4) @ Rockets (9-10) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Houston Rockets – Temporada Regular

Data: 10/12/2012

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: Toyota Center

Na TV: NBA Pass (Sky Brasil)

Cotação no Apostas Online: Spurs 1.24 (favorito) vs. Rockets 4.14

  • Acompanhe a partida no boteco virtual do Spurs Brasil

O San Antonio Spurs venceu o Houston Rockets com facilidade na última sexta-feira. Jeremy Lin e James Harden tiveram bastante dificuldade de segurar Tony Parker e o armador liderou a vitória do alvinegro no clássico texano, com 17 pontos. De lá para cá, o time do armador francês já conseguiu outra vitória, dessa vez contra o Charlotte Bobcats, e seu rival outra derrota, contra o Dallas Mavericks. Os donos da casa devem contar com o retorno do seu técnico Kevin McHale, que estava afastado devido ao falecimento de sua filha.

PG – Tony Parker

SG – Garry Neal

SF – Danny Green

PF – Boris Diaw

C - Tim Duncan

Fique de Olho - Danny Green foi responsável por sete bolas de três na vitória do Spurs sobre o Charlotte Bobcats no último sábado. O ala-armador, que tem jogado deslocado para a ala, marcou 23 pontos na vitória texana.

PG – Jeremy Lin

SG – James Harden

SF- Chandler Parsons

PF - Patrick Patterson

C – Omer Asik

Fique de Olho - Apesar de não ter conseguido vencer os rivais texanos, James Harden marcou 29 e 39 pontos nas derrotas do Rockets para Spurs e Mavericks, respectivamente.

Visitante indigesto

Daqui a pouco teremos que nos acostumar com o San Antonio Spurs longe de casa por muito tempo durante a famosa Rodeo Trip (que neste ano será de 6 a 24 de fevereiro), quando o AT&T Center vira palco de um dos rodeios mais famosos dos EUA e o time viaja pelo país para seguir jogando pela NBA. Em anos anteriores, o período era sempre de compreensão. Torcedores e mídia se uniam em pró de um pensamento quase pessimista que previa “derrotas iminentes e recuperação pós-All Star Game”. Dessa vez, parece que não será assim.

Contra o Lakers o time se comportou extremamente bem e conseguiu ótima vitória fora de casa (AP Photo)

Até agora, foram 12 partidas fora de San Antonio e nada menos do que dez vitórias. É o melhor desempenho de uma equipe longe de seus domínios na atual temporada. Números que poderiam não traduzir muita coisa, mas que acabam sendo significativos na postura de quadra do Spurs. Mais importante do que vencer duelos jogados como visitante é a maneira com a qual a equipe se porta quando está distante de sua torcida. Pode ser algo de temporada regular. Mas de qualquer jeito, interessa definitivamente para os playoffs.

Quando está longe do AT&T Center, o Spurs parece sempre mais aceso. Talvez por não ter o incentivo total da torcida, a equipe se mantém sempre em jogo para não dar margem aos já conhecidos apagões que costumam afligir Gregg Popovich e seu time nos segundos tempos das partidas. Não à toa, nos dez jogos que saiu vitorioso fora de casa, a média de diferença de pontos para o adversário é de nada menos do que 12.1 pontos, estatística alta e logicamente influenciada por vitórias como a de sábado (10), contra o Charlotte Bobcats, quando a vantagem foi de elásticos 32 pontos.

Mesmo se a média de pontos de diferença ganha valiosos aliados com vitórias elásticas, é bom ressaltar que apenas contra o Los Angeles Lakers o Spurs venceu por diferença de apenas dois pontos. No restante dos triunfos, sempre números maiores. Nas duas derrotas, diante de Los Angeles Clippers e Miami Heat, jogos completamente atípicos. O primeiro foi simplesmente a pior partida da equipe na temporada; o segundo foi jogado com o time completamente reserva – e mesmo assim quase foi vencido.

Claro que dentro de casa o Spurs tem vencido jogos por ótima diferença – a fase é boa e colabora muito com isso. Mas de um time que quer ser campeão, o mínimo que se espera é postura avassaladora em seus domínios. O diferencial acaba sendo o que se faz longe de casa. E nisso ninguém tem sido melhor que San Antonio. Os motivos? Além da animação dos jogadores longe da torcida, sem dúvidas o elenco. Principalmente se levarmos em conta que a segunda unidade, que vem sendo liderada por Manu Ginobili e Tiago Splitter, tem contado com atuações muito boas da dupla Patrick Mills e Nando De Colo. Mais ainda, se lembrarmos que Gary Neal está sendo titular de ocasião por conta da lesão de Kawhi Leonard e Stephen Jackson, outro importante reserva, que também está machucado.

Aos céticos que acreditam que isso é apenas temporada regular, é sempre bom lembrar que o melhor time dessa fase termina com mais mandos de quadra na pós-temporada. Pode não ser um fator decisivo no fim das contas, mas é importante. Na NBA um bom time se constrói com uma defesa sólida, quase sempre. E nada melhor do que testá-la onde os adversários são mais agressivos. Quem vai bem fora, vai bem quase sempre.

Jackson é multado pelo Spurs após comentário agressivo

Neste domingo (9), o San Antonio Spurs anunciou que multou, em parceria com a NBA, o ala Stephen Jackson por conta dos comentários agressivos que o ala fez em seu Twitter pessoal contra Serge Ibaka, do Oklahoma City Thunder. A franquia texana não revelou o valor da punição, mas comunicado emitido pela liga diz que o jogador terá de desembolsar US$ 25 mil.

Pô, Capitão…

Na última sexta-feira, o Thunder venceu, em casa, o Los Angeles Lakers por 114 a 108. Durante a partida, Ibaka se envolveu em confusão com Metta World Peace, e Jackson não se mostrou satisfeito com a postura do ala-pivô.

“Alguém diga para Serge Ibaka que ele é de outro mundo. Na próxima vez que ele vier na minha direção, eu vou direto na boca dele. É uma promessa. Ele está exagerando”, postou Jackson, antes de apagar a mensagem de seu Twitter.

Depois, o Capitão negou que a postagem tenha a ver com a briga de Ibaka e World Peace.

“Para sua informação, meu comentário sobre Ibaka não tem nada a ver com Ron Artest. Nas duas últimas vezes que jogamos, ele veio com tudo na minha direção e eu disse a ele que, da próxima vez que isso acontecesse, eu ia direto na boca dele. Estou falando por mim mesmo, para todos vocês que querem tirar conclusões precipitadas”, afirmou Jackson, por meio de nova postagem no Twitter.

Após apagar as ofensas, o ala do Spurs postou em seu Instagram um pedido de desculpas.

“Peço perdão a Serge Ibaka, à NBA e a todos os fans pelos comentários que fiz. Não foi profissional e foi infantil. Não sou um bandido, só um homem que fala o que pensa. Não foi apropriado. Peço desculpas. Só um homem pode admitir que está errado”, declarou.

A tentativa, no entanto, não foi o bastante para convencer R.C. Buford, General Manager da franquia texana, que falou sobre a multa imposta.

“Os comentários feitos publicamente por Stephen Jackson recentemente são inaceitáveis, não podem ser tolerados e não refletem os padrões defendidos pelo San Antonio Spurs”, disse o dirigente, por meio de um comunicado oficial.

Essa é a terceira polêmica em que o Spurs se envolve recentemente. A franquia também foi multada pela NBA por poupar jogadores e viu vazar uma foto com Tony Parker e Tim Duncan apontando armas de brinquedo para uma pessoa fantasiada de árbitro da liga.

Veja, abaixo, o vídeo da confusão com Ibaka e World Peace:

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores