Spurs (15-4) vs Bucks (8-9) – Team is everything!

110×99http://i884.photobucket.com/albums/ac50/glaglauber/Logos%20NBA/MilwaukeeBucks.jpg

Mais uma vez, o San Antonio Spurs mostrou a força de seu elenco ao bater o Milwaukee Bucks, em casa, por 110 a 99. Com muitos desfalques, o banco texano foi fundamental na vitória, já que foram os reservas os responsáveis pela virada no último período, após os donos da casa ficarem em desvantagem durante os três primeiros quartos de partida.

Cada vez mais confiante, Splitter tem se tornado arma letal nos finais de partida

O “expressinho” de San Antonio

O Spurs tinha quatro desfalques para a partida desta quarta-feira: Kawhi Leonard, Stephen Jackson, Danny Green e Patrick Mills – todos no departamento médico. Com isso, Popovich teve de improvisar na formação inicial com Boris Diaw atuando na posição 3, completando o perímetro ao lado de Tony Parker e Gary Neal. No garrafão, DeJuan Blair e Tim Duncan começaram a partida.

Mas os titulares encontraram problemas para frear os cortes de Monta Ellis que, apesar da pontaria descalibrada, serviu bem seus companheiros em baixo da cesta, principalmente Ersan Ilyasova. No ataque, os texanos também tiveram problemas para acertar a mão e o aproveitamento ficou abaixo da crítica. A situação só mudou quando Popovich lançou mão de seu banco de reservas. Com Nando De Colo, Gary Neal, James Anderson, Matt Bonner e Tiago Splitter em quadra, o time atravessou seu melhor momento na partida e buscou a virada entre o fim do terceiro e início do quarto períodos.

Pouco a pouco De Colo mostra o seu valor

Novato com moral

Quando a equipe consolidou a virada, Pop retornou com Parker e Ginobili a quadra, mas manteve o novato Nando De Colo ao lado das estrelas no perímetro. E o francês não se intimidou: se movimentou para receber a bola, arriscou dribles e até passes de costas. Impossível não comprá-lo ao estilo do companheiro argentino. Quem também se deu bem com o novato foi Tiago Splitter, que “colocou” Tim Duncan no banco durante todo o último quarto. A dupla franco-brasileira já faz os olhos da torcida brilhar pensando no futuro.

Sobrou… É minha!

O eterno problema dos rebotes não deu a cara desta vez em San Antonio. Diante de um garrafão nem tão poderoso assim formado por Larry Sanders, Ekpe Udoh e Samuel Dalembert, o Spurs levou a melhor nos ressaltos, com 53 contra apenas 36 do rival.

O maior reboteiro da partida foi, acredite se quiser, Matt Bonner, que coletou 12 rebotes em apenas 23 minutos. No tempo em que o “Red Rocket” ficou em quadra, os donos da casa tiveram um saldo positivo de 18 pontos, índice menor apenas que o de James Andersonm que em seus 12 minutos em quadra viu a equipe acumular vantagem de 21 pontos.

Amado e odiado

Por vezes herói, em outras vilão, Gary Neal merece destaque pela grande atuação diante do Bucks. O camisa #14 foi o cestinha da partida, ao lado de Tony Parker, com 22 pontos. Destemido, o ala-armador continuou tentando seus arremessos que parecem improváveis, mas desta vez as bolas caíram e ele foi uma importante válvula de escape quando ninguém do Spurs conseguia pontuar. Ainda cometeu uma ou outra trapalhada quando teve de atuar com a bola nas mãos, mas desta vez saiu de quadra nos braços da torcida.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 22 pontos e dez assistências

Gary Neal – 22 pontos e seis rebotes

Tim Duncan – 17 pontos e dez rebotes

Tiago Splitter – 15 pontos e cinco rebotes

Milwaukee Bucks

Monta Ellis – 21 pontos, 11 assistências e sete rebotes

Ersan Ilyasova – 17 pontos e cinco rebotes

Brandon Jennings – 14 pontos

About these ads

Sobre Victor Moraes

Formado em Jornalismo no ano de 2012 pela Universidade Metodista de São Paulo. Fanático por esportes, sobretudo o basquete, onde também se arrisca a jogar uma peladinha com os amigos. Tem Tim Duncan como maior ídolo e se orgulha de fazer parte da equipe do Spurs Brasil desde a criação.

Publicado em 06/12/2012, em Resumo de Jogos e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. É…, de novo, o banco virando jogo!! Boa vitória! admito que fiquei com medo qdo o Pop começou a voltar os titulares novamente no 4/4, e o Parker (e Ginobili acho) começaram a forçar entradas no garrafão e errar!!

  2. Sou completamente leigo e gostaria que alguém me explicasse por que o Popovich não mantém a rotação nos playoffs? Pelo pouco que entendo, o Spurs só mantém o alto padrão porque os titulares (mais velhos) atuam descansados e com minutos limitados. Mas nos offs o Popovich deixa o Manu e o Duncan por 40 minutos em quadra e esquece tudo que o banco faz durante a temporada regular. Não sou especialista, mas acho que um cara com 40 não consegue acompanhar os caras de 20 e pouco como Durant e Westbrook. O que acontece? Nem podemos falar que o banco pipoca nos offs, afinal nos últimos anos o banco só entrava quando o placar estava resolvido.
    Apenas estou perguntando, como disse sou leigo. Se for para responder xingando nem precisa perder tempo.

    • * 40 e 20 anos

    • É uma boa pergunta mesmo, Renan. Acho que Pop não confia tanto nos caras mais novos durante os playoffs. Danny Green, por exemplo, caiu bastante de produção na última pós-temporada, assim como Tiago Splitter

    • Os coadjuvantes podem errar à vontade agora. Se o Neal chutar 2/12 e o time perder um jogo na temporada regular, o Pop vai chamar ele e conversar, mostrar que ele precisa escolher melhor os arremessos e tal. Em 82 jogos podemos perder uns 20-25 e ainda ter mando de quadra nas primeiras rodadas dos playoffs, então é um risco calculado.

      Nos playoffs é diferente. Se você der uma bola nas mãos do Manu faltando 2s pra acabar um jogo 7 contra o Thunder, ele vai chutar como se fosse a primeira bola do jogo na temporada regular, ou seja, 0% de preocupação. Parker e Duncan obviamente no mesmo grupo.

      Ano passado Danny Green foi muito bem na temporada regular, como neste ano, mas sumiu nos playoffs. Splitter também não foi bem nos offs, e Blair então, nem se fala. O único dos coadjuvantes que jogou muito bem os offs foi o Leonard, principalmente na série contra o OKC.

      Por causa da queda de produção do banco nos playoffs é que os titulares jogaram tanto tempo. E na verdade é por isso que os reservas jogam tantos minutos na temporada regular, para o Big 3, principalmente Duncan e Manu, poderem jogar mais nos offs.

      Provavelmente os coadjuvantes vão muito melhor no mata-mata. Eles já passaram por um playoff ano passado e a maioria já encarou duas eliminações duras. Estão mais calejados e experientes. É bem provável que principalmente Green e Splitter tenham papéis mais importantes nos playoffs esse ano. E nessa temporada o Big 3 está ainda melhor. Tenho boas impressões da fase final da Liga, principalmente se conseguirmos abocanhar a primeira posição e tivermos mando de quadra até às finais de novo.

  3. O Time é promissor mas ainda acho que os Spurs precisam de mais um homem pra brigar nos rebotes,o varejão seria uma boa pedida,principalmente nos jogos contra garrafões de peso como os Lakers (Gasol e Howard) Grizzilies (ZAC e Marc Gasol) e Principalmente contra os Thunders

  4. Bonner parecia sempre estar na onde a bola ia nos rebotes. De Colo, jogando muito e melhorando o rendimento dos Pivos com ótimos pick n rolls, como Ginobili sempre faz om Blair e Splitter.
    Quando Neal descobrir que não é tão habilidoso qnto acha no controle de bola e se concentrar em ser um scorer, será incrível.

  1. Pingback: Vídeo: a jogada perfeita! | Destino Riverwalk

  2. Pingback: Spurs (15-4) vs. Rockets (9-8) – Temporada regular « Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (16-4) vs Rockets (9-9) – O Texas tem dono « Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (25-8) @ Bucks (16-13) – Temporada Regular « Spurs Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores