Arquivo diário: 26/11/2012

Fundamental

Quanta diferença faz uma bronca. Gregg Popovich cansou da apatia do armador Tony Parker no começo da temporada e resolveu, de forma tranquila, chamar sua atenção ao longo da última semana. Deu certo. Muito certo, na realidade. O atleta deixou de lado jogos sem muita agressividade e passou a ser a principal válvula ofensiva do San Antonio Spurs na temporada ao lado de Tim Duncan. Com a melhora, o time cresceu e desde então só venceu. Muitos fatores colaboram para o crescimento do francês.

Parker começa a crescer quando o time precisa dele

Em primeiro lugar, a água subiu e chegou ao pescoço dos atletas do Spurs em uma hora em que ninguém esperava. Sabendo das dificuldades do Los Angeles Lakers de se arrumar no começo da temporada, os texanos tinham o dever de vencer bem no início para acumular gordura. O fizeram até com recorde, mas logo de cara perderam duas peças importantíssimas por lesão: os alas Kawhi Leonard e Stephen Jackson. A situação forçou Parker a aparecer mais. Somada à bronca de Popovich, foi crucial.

Na sequência, temos a mudança de posicionamento, se assim podemos dizer, do armador em quadra. Pelo menos sua função mudou bastante em relação aos primeiros jogos. Estamos acostumados a ver um Parker bastante agressivo, que batia para dentro e fazia das infiltrações a sua principal jogada, sempre combinada com uma boa dose de faltas conquistadas. No começo de 2012/2013, porém, o francês tentou ser mais cerebral. Em alguns momentos, confesso, me lembrou Chris Paul, do Los Angeles Clippers, em mentalidade – veja bem, estilo de pensar em quadra, não comparando o talento dos dois.

A bronca de Popovich teve influência direta com a mudança dele dentro de quadra. Parker passou a atacar mais a cesta, ser mais agressivo e se viu livre para somar mais pontos sem ter que dividí-los com Jackson e Leonard. Como todos sabíamos, ele não havia desaprendido a fazer isso. Pelo contrário. Nas vitórias sobre o Indiana Pacers e o Toronto Raptors, por mais que o time tenha feito apresentações bem abaixo do esperado, o francês brilhou e, em ambos os duelos, passou dos 30 pontos. Crucial para as importantes vitórias fora de casa.

Se Tim Duncan foi eleito o jogador da semana na Conferência Oeste e tem sido essencial nesta temporada – por saber se reinventar e não se limitar à idade –, Parker cada vez mais aparece para ser o jogador da franquia, aquele que decide e carrega a bola o jogo todo. Depois de erros bobos e atuações até duvidáveis, o francês voltou a fazer a diferença. Essencial para um time em crescimento franco, que, com a má fase do Lakers, ascende cada vez mais ao campo dos favoritos do ano.

Tim Duncan é nomeado jogador da semana do Oeste

Sempre ele!

Parece não haver limites para o que o lendário ala-pivô Tim Duncan possa alcançar em sua carreira. Aos 36 anos, The Big Fundamental vem tendo um início de temporada espetacular, o que lhe rendeu a nomeação de melhor jogador da semana da Conferência Oeste, juntamente com Al Horford, que ganhou a premiação pela Conferência Leste.

Timmy foi um dos principais responsáveis pelas três vitórias em quatro jogos do Spurs na última semana e registrou médias de 22 pontos, 12,8 rebotes, três assistências e 1,3 tocos por partida no período. Além disso, o camisa 21 atingiu a marca de 2.500 bloqueios na carreira na vitória sobre o Toronto Raptors.

Confira as atuações de Duncan na semana:

19 de novembro: Spurs 87 vs 92 Clippers - 20 pontos e 14 rebotes

21 de novembro: Spurs 112 @ 100 Celtics20 pontos, 15 rebotes e quatro assistências

23 de novembro:  Spurs 104 @ 97 Pacers - 22 pontos e 17 rebotes

25 de novembro: Spurs 111 @ 106 Raptors – 26 pontos, seis assistências, cinco rebotes e três tocos

Joga bola o velhinho hein?

Spurs (11-3) @ Wizards (0-11) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Washington Wizards – Temporada Regular

Data: 26/11/2012

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Verizon Center, Washington D.C.

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,44 (favorito) @ Wizards 2,82

Depois da vitória sobre o Toronto Raptors por 111 a 106, o San Antonio Spurs enfrenta nesta segunda-feira (26) a equipe do Washington Wizards. Enquanto os texanos vêm fazendo uma boa campanha nesta temporada (11-3), o time da capital norte-americana já não pode dizer o mesmo. Os mandantes possuem nada mais nada menos do que 11 derrotas (sendo a última para o Charlotte Bobcats) e nenhuma vitória, consequentemente ocupando a última colocação na Conferência Leste.

PG – Tony Parker

SG – Gary Neal/Manu Ginobili

SF – Danny Green

PF – DeJuan Blair

C – Tim Duncan

Fique de Olho – O big three foi o maior responsável pela pontuação do Spurs no jogo contra o Raptors, somando 73 pontos. Dentre eles, vale destacar o astro argentino que vem do banco: Manu Ginobili. O camisa 20 anotou 15 pontos, sete rebotes defensivos e cinco assistências nos 33 minutos que esteve em quadra.

PG – Shaun Livingston

SG – Jordan Crawford

SF – Bradley Beal

PF – Kevin Seraphin

C – Jan Vesely/Nenê

Fique de Olho – O pivô brasileiro é importante para o Wizards por ser um dos jogadores que mais pontuam. Apesar de ter sido reserva na derrota contra o Bobcats, Nenê anotou 19 pontos, cinco rebotes e três assistências nos 29 minutos em que esteve em quadra.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores