Arquivo diário: 21/11/2012

Será, que é muito cedo?

Depois de quase um mês de NBA, temos campanhas surpreendentes de times surpreendentes. Todos esperavam um início arrasador do reforçado Los Angeles Lakers e do atual campeão Miami Heat, com sequencias invictas absurdas. Bom, para quem esperava isso, aqui está: hoje o Miami até que atende as expectativas da Conferência Leste, em segundo lugar até o momento, com oito vitórias e três derrotas. Porém, no Oeste, o Los Angeles Lakers está apenas em sexto, com seis vitórias e cinco derrotas, decepcionando os fãs do time.

Entretanto, não vim aqui para falar de Heat e Lakers, mas sim, dos primeiros colocados em suas respectivas conferencias: o New York Knicks, o Memphis Grizzlies e o Los Angeles Clippers. Antes do início da temporada, apontamos os três como times medianos, que chegariam aos playoffs sem dificuldades, mas não iriam muito longe, mas as três equipes vem dando o que falar. Liderando o ESPN’s NBA Power Rank dessa semana, os três estão sendo alvos na seguinte discussão: será que são “cavalos paraguaios” ou vão assim até o fim?

Sheed e Gasol duelando no garrafão na batalha dos líderes. (NBA Photos)

Para trazer essa discussão à tona, preparei duas tabelas comparando com as últimas três temporadas da liga. A primeira irá mostrar o desempenho dos times com melhor campanha no Leste e Oeste e dos finalistas da temporada em seus primeiros jogos (o mesmo numero de partidas dos times de sua conferência, dez dos lideres do Oeste e nove do Leste), e o segundo mostrará o número de vitórias e derrotas que tiveram os times com melhor campanha no Leste e Oeste e os finalistas, ao fim da temporada regular.

Temporada Melhor Campanha Oeste (V/D) Melhor Campanha Leste(V/D) Finalista Oeste(V/D) Finalista Leste(V/D)
2009/10 Los Angeles Lakers (7/3) Cleveland Cavaliers (7/2) Los Angeles Lakers (7/3) Boston Celtics (8/1)
2010/11 San Antonio Spurs (9/1) Chicago Bulls (6/3) Dallas Mavericks (7/3) Miami Heat (5/4)
2011/12 San Antonio Spurs (7/3) Chicago Bulls (7/2) Oklahoma City Thunder (8/2) Miami Heat (8/1)
Temporada Melhor Campanha Oeste (V/D) Melhor Campanha Leste(V/D) Finalista Oeste(V/D) Finalista Leste(V/D)
2009/10 Los Angeles Lakers (57/25) Cleveland Cavaliers (61/21) Los Angeles Lakers (57/25) Boston Celtics (50/32)
2010/11 San Antonio Spurs (61/21) Chicago Bulls (62/20) Dallas Mavericks (57/25) Miami Heat (58/24)
2011/12 San Antonio Spurs (50/16) Chicago Bulls (50/16) Oklahoma City Thunder (47/19) Miami Heat (46/20)

Lembrando que, hoje, o Clippers e o Grizzlies têm uma campanha de 8-2, e o Knicks 8-1. Pelo Oeste, esse início de temporada é pior apenas do que o do San Antonio Spurs em 2010/2011, que teve 9-1, e igual ao Oklahoma City Thunder no ano passado. Já no Leste, essa campanha é a melhor dos últimos anos (analisando apenas as equipes que tiveram melhor campanha e as que chegaram às finais), junto com a de 2009/2010 do Boston Celtics e a do atual campeão, Miami Heat, no ano passado.

Podemos tirar dessas tabelas uma rápida comparação: em relação aos últimos anos, essas temporadas de Grizzlies, Clippers e Knicks são relativamente muito boas. Apesar de suas equipes não serem tão badaladas, são muito eficientes e jogam um bom basquete.

Jamal Crawford guardando um arremesso de 3 no classico de L.A. (NBA Photos)

Muitos estão dizendo que é muito cedo e que logo logo essas equipes vão cair. Porém, vejo de outra maneira. Acredito que, se nenhuma contusão séria acontecer, essas equipes têm chances sim, de lutar pelo titulo da temporada. Apenas fazendo uma comparação posso tentar convencer vocês: o Dallas Mavericks de 2010/2011 tinha um quinteto titular com Jason Kidd, Caron Butler, Shawn Marion, Dirk Nowitzki e Tyson Chandler, além de contar de uma grande ajuda vindo do banco de J.J. Barea e Jason Terry. O quinteto do Clippers é Chris Paul, Willie Green, Caron Butler, Blake Griffin e DeAndre Jordan, além de, vindo do banco Jamal Crawford e Lamar Odom.

O Grizzlies tem Mike Conley, Tony Allen, Rudy Gay, Zach Randalph e Mark Gasol, com a ajuda de Quincy Pondexter e Jarryd Bayless. Por fim, o time de NY tem Jason Kidd, Raymond Felton, Ronnie Brewer (até Amar’e Stoudemire voltar), Carmelo Anthony e Tyson Chandler, com J.R. Smith, Rasheed Walace e, quando Stat voltar, Ronnie Brewer ajudando do banco de suplentes.

Enfim, são todos quintetos muito parecidos e equilibrados, até em comparação com o time texano de 2010/2011, assim como os bancos de reservas com jogadores muito prestativos, talvez com o time de Memphis ficando um pouco para trás. Mas trago aqui, para encerrar uma pergunta: se aquele time de Dallas em 2010/2011, ganhou de Thunder, Lakers e Heat nos playoffs, porque um entre Knicks, Grizzlies e Clippers não pode ser o campeão?

Spurs (8-3) @ Celtics (6-5) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Boston Celtics – Temporada Regular

Data: 21/11/2012

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: TD Garden

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,82 (favorito) @ Celtics 2,00

O San Antonio Spurs começa uma sequência de seis jogos longe do AT&T Center diante do Boston Celtics, um dos adversários mais experientes e difíceis de se encarar na NBA. Com as lesões de Kawhi Leonard e Stephen Jackson, o time texano recorreu à D-League e nessa partida contará com os reforços dos jovens Cory Joseph e James Anderson, que defendiam o Austin Toros e o Rio Grande Valley Vipers, respectivamente, nos últimos dias. Nos últimos três jogos, foram duas derrotas – para New York Knicks e Los Angeles Clippers – e apenas uma vitória, em boa exibição diante do Denver Nuggets. O triunfo em Boston é de utilidade máxima para que o time retome a regularidade e continue fixo nas primeiras colocações do Oeste.

PG – Tony Parker

SG - Gary Neal/Manu Ginobili

SF – Danny Green

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho - Com uma rotação de perímetro muito prejudicada pelas lesões de Leonard e Jackson, o Spurs precisará muito que Manu Ginobili jogue em nível acima do que vem apresentando. Contra Nuggets e Clippers, veio do banco e pontuou bem. Nos outros jogos, porém, quando não ficou fora por lesão, contribuiu pouco. Será essencial para que o time vença que ele pontue bem.

PG – Rajon Rondo

SG – Jason Terry

SF – Paul Pierce

PF – Brandon Bass

C – Kevin Garnett

Fique de Olho - Se o Spurs estivesse com todo seu time à disposição, a preocupação seria menor. Mas sem Leonard para marcá-lo, Paul Pierce tem tudo para ser o homem do Celtics no duelo. Maior pontuador da equipe, o ala deixou para trás um ano passado apenas mediano e voltou a ser a principal fonte de pontos do time, suprindo a saída sentida de Ray Allen.

Spurs pode trocar Blair; Varejão é opção

De acordo com reportagem do site americano Hoopsworld, o San Antonio Spurs está interessado em usar DeJuan Blair como moeda de troca. O ala-pivô, que foi titular em quatro das dez partidas que o time texano fez nesta temporada, apresenta médias de 7,1 pontos e 5,1 rebotes em 17,3 minutos por exibição no campeonato.

Juntos em San Antonio? Que tal?

Ainda segundo o Hoopsworld, o Spurs pretende conseguir uma escolha de primeira rodada de Draft em troca de Blair. O time texano chegou perto de negociá-lo com o Miami Heat no último recrutamento de calouros, mas o time da Flórida preferiu receber dinheiro de outra franquia do que contratar o ala-pivô.

De acordo com o site americano Project Spurs, duas opções que aparecem na lista do Hoopsworld agradam: Anderson Varejão, que tem médias de 14,3 pontos e 13,1 rebotes em 35,7 minutos por jogo na temporada pelo Cleveland Cavaliers, e Tyrus Thomas, que apresenta médias de 6,6 pontos e 3,1 rebotes em 17,8 minutos por exibição no campeonato pelo Charlotte Bobcats. Os dois times vivem processo de reconstrução e estariam dispostos a negociar seus atletas mais experientes para abrir espaço para os mais jovens.

Se conseguir juntar Anderson Varejão e Tiago Splitter, o Spurs teria a segunda dupla brasileira da NBA, já que Leandrinho e Fab Melo representam o Boston Celtics nesta temporada.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores