Spurs (8-3) vs Clippers (8-2) – Virou freguesia

87×92

Quem diria que um time varrido nos últimos playoffs pudesse mudar tanto o panorama de um confronto em tão pouco tempo! Nesta segunda-feira (19), o San Antonio Spurs recebeu o Los Angeles Clippers e acabou sofrendo sua terceira derrota na temporada 2012/2013 da NBA, a segunda diante da franquia angelina. Veja a seguir como foi a partida:

Um Tim Duncan só não faz verão (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Quem joga na ala?

Sem poder contar com Kawhi Leonard, que está machucado, o técnico Gregg Popovich usou Stephen Jackson como titular, assim como havia feito na vitória sobre o Denver Nuggets. No entanto, o Capitão ficou apenas dez minutos em quadra antes se machucar. O ala quebrou o dedo mindinho da mão direita e ficará afastado das quadras por até seis semanas, deixando o Spurs sem jogadores para a posição. Durante a partida, Danny Green, Gary Neal e Manu Ginobili se revezaram improvisados na função.

Dois nomes que fizeram a pré-temporada com a franquia texana surgem como possíveis contratações nos próximos dias: Derrick Brown, que apresentou médias de 6,6 pontos e uma assistências em 15,4 minutos por exibição antes de ser dispensado, e Wesley Witherspoon, que obteve médias de 8,3 pontos e dois rebotes em 17,5 minutos por partida e acabou enviado para o Austin Toros, time da D-League filiado ao Spurs.

CP3 venceu o duelo (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Ah, o garrafão…

Tim Duncan fez uma grande partida contra o Clippers, com 20 pontos, 14 rebotes e dois tocos, e ajudou a frear DeAndre Jordan, que havia sido o destaque do primeiro duelo entre as duas equipes - o pivô adversário deixou a quadra com 13 pontos, cinco rebotes e dois tocos. Mesmo assim, a equipe angelina teve ampla vantagem no garrafão, coletando dez ressaltos a mais do que o time texano: 52 a 42.

DeJuan Blair, que foi titular novamente, conseguiu apenas seis pontos e seis rebotes em pouco menos de 18 minutos. Boris Diaw e Tiago Splitter, que vieram do banco de reservas, terminaram com um ponto e três rebotes e nove pontos e cinco rebotes, respectivamente. E Matt Bonner, que não vinha sendo usado por Pop até aqui, aproveitou a chance que teve para anotar dez pontos em apenas dez minutos.

Mão descalibrada

O perímetro do Spurs não conseguiu compensar a batalha perdida no garrafão. Tony Parker acertou somente cinco dos 11 arremessos que tentou. Manu Ginobili converteu três de 11 e  Danny Green, dois de 11. Gary Neal errou oito dos 11 que tentou, dois deles nos minutos finais, que decretaram a derrota do Spurs.

Soma-se aos problemas o péssimo desempenho no segundo período, quando o time texano chegou a levar uma corrida de 19 a 2 e acabou perdendo a parcial por 29 a 14. Ali, a vitória sobre o Clippers começou a ser construída.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 20 pontos, 14 rebotes e dois tocos

Manu Ginobili – 15 pontos (8-10 FT), cinco assistências e cinco rebotes

Tony Parker – 11 pontos, seis rebotes e duas roubadas de bola

Los Angeles Clippers

Chris Paul – 19 pontos, oito assistências e quatro rebotes

Blake Griffin – 16 pontos e 12 rebotes

Matt Barnes – 14 pontos, nove rebotes e três roubadas de bola

About these ads

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor do LANCE!Net desde 2013, três anos após ter sido estagiário do Diário LANCE!. Neste meio tempo, foi repórter de automobilismo na agência mob36, redator do UOL Esporte e colunista no Basketeria.

Publicado em 20/11/2012, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Sem bolas de 3 o Spurs não é Spurs e hoje, fora as cagadas de Bonner, não tivemos isso. Sem um arremesso confiavel do perímetro o garrafão da equipe adversária se fecha e ai dificulta demais nosso jogo
    O fator é que o nosso ataque anda ficando meio previsível em alguns momentos da partida, parece que alguns jogadores ainda não se adaptaram as novas movimentações.
    O importante é evoluir durante a temporada, GO SPURS GO!

  2. Pena, erros bestas no 2o quarto que não conseguimos recuperar. Sempre que no Spurs alguém resolve ter a síndrome de “fominha”, a gente perde!! Na minha opinião, Neal precisa aprender a passar a bola, principalmente no pick and roll. Quando ele se dá conta que poderia passar a bola no pick and roll, já é tarde!!!!

  3. E agora Small Forward???? Mickael Pietrus tem sido falado…

  1. Pingback: Spurs recorre a Joseph e a Anderson ou Pietrus « Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (8-3) @ Celtics (6-5) – Temporada Regular « Spurs Brasil

  3. Pingback: Tim Duncan é nomeado jogador da semana da Conferência Oeste « Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (43-12) @ Clippers (39-17) – Temporada Regular « Spurs Brasil

  5. Pingback: Spurs (54-17) vs Clippers (49-23) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores