Sem recorde de vitórias, mas com vaga nos playoffs

A notícia é a seguinte: mesmo que o San Antonio Silver Stars perca todos os seus próximos jogos, ainda sim estará dentro dos playoffs de 2012 da WNBA e a campanha do time não ficará abaixo dos 50% de aproveitamento. Os duelos mais difíceis a seguir serão contra o Minnesota Lynx (28/08, 09/09 e 23/09) e o Indiana Fever (07/09). Por que não considero as outras equipes tão perigosas?

Connecticut Sun (30/08): Até hoje, esse time carrega a fama de rei da temporada regular e servo dos playoffs. Chegou a jogar as finais, mas não conseguiu ser campeão. Nessa temporada, está em primeiro no Leste, mas não é uma pedra tão grande no caminho. Na única vez que enfrentou o San Antonio, ganhou. Porém, isso foi no começo da temporada, quando a equipe texana perdeu para Chicago Sky, Atlanta Dream e Seattle Storm (sim, é isso mesmo este ano).

Caso lembrem-se do jogo bom para as garotas da Nova Inglaterra contra o Minnesota Lynx, a partida aconteceu na mesma série de três derrotas seguidas do atual número um do Oeste (quando as Stars também sentiram o gostinho de derrotar as campeãs da liga). Portanto, agora que Dan Hughes encontrou a estrada de tijolos amarelos, a chance maior de vitória está com as meninas do estado do petróleo. O maior perigo: do outro lado do garrafão está Tina Charles.

Phoenix Mercury (01/09): Lastimável é o único adjetivo que encontro para descrever o Mercury em 2012. Com quatro vitórias e 19 derrotas, Diana Taurasi se arrastando para jogar (ninguém entende o por quê, já que foi tão bem na Olimpíada) e Candice Dupree e Penny Taylor fora, se igualar ao Tulsa Shock foi o fundo do poço para as meninas do Arizona.

Tulsa Shock (12/09 e 18/09): Argumentar o motivo de achar que um time não vai perder do Shock chega a ser desnecessário. Por três temporadas seguidas, a equipe de Oklahoma dorme em último no Oeste. Já teve troca de técnico, contratação de jogadora monstro (Liz Cambage) e veterana, mas nada adiantou. Temo que a franquia chegue à falência. É triste, principalmente quando lembramos que já foi o poderoso Detroit Shock.

Seattle Storm (14/09 e 21/09): Nunca pensei que esse dia chegaria, mas não, o Seattle Storm não é um time com o qual os adversários devem se preocupar na temporada regular desse ano. Sem Lauren Jackson, a campanha do bicampeão era de dez vitórias e 12 derrotas até então na temporada da WNBA.

A australiana retornou à ação nos Estados Unidos nessa semana, mas não conseguiu evitar a derrota contra o Indiana Fever, com quatro pontos na súmula apenas, o que aumentou a quantidade de reveses do Storm para 13.

New York Liberty (18/09): Já houve partida entre os dois neste ano, e o San Antonio ganhou tranquilo com 13 pontos de diferença. No quadro geral, o time da Big Apple se encontra no quarto lugar do Leste, com nove vitórias e 14 derrotas.

Na semana passada meus palpites foram certeiros contra o Washington Mystics e o Tulsa Shock.

Sobre o jogo contra o Los Angeles Sparks, realmente foi difícil, mas não acabou com vitória para o San Antonio Silver Stars. Foi uma derrota muito feia, com placar centenário (101 a 77), algo bem atípico para o time nessa temporada. Portanto, a atual campanha do Stars é de 17 vitórias e seis derrotas, no terceiro lugar da Cnferência Oeste, e com classificação garantida para os playoffs.

Até a semana que vem!

Publicado em 26/08/2012, em San Antonio Silver Stars, Vestiário Feminino e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores