Brasil vence na estreia e favoritos começam bem

Na estreia das Olimpíadas de Londres-2012 Nigéria, Brasil, Estados Unidos, Espanha, Russia e Argentina eram favoritos em seus compromissos contra Tunísia, Austrália, França, China, Grã-Bretanha e Lituânia, respectivamente. Neste domingo (29), estas seleções confirmaram o status e venceram.

No primeiro duelo do dia, um embate africano. Nigéria e Tunísia fizeram um ótimo jogo e os nigerianos, que vinham como favoritos pelas grandes exibições  no pré-olímpico mundial de Caracas, onde bateram grandes adversários como Lituânia, Grécia e República Dominicana,venceram a partida por 60 a 56, liderados por Ike Diogu, com 13 pontos e dez rebotes, e por Alade Aminu, com 15 pontos e dez rebotes.

Foto: FIBA

Em seguida, assistimos o jogo que todos nós esperávamos. Nossa seleção estreou contra os australianos, que vieram muito fortes, liderados pelo armador do San Antonio Spur Patrick Mills, que fez um grande jogo, terminando como cestinha da partida com 20 pontos, além de ajudar com sete rebotes e quatro assistências. No time brasileiro, o destaque  foi o armador do Barcelona, Marcelinho Huertas, com 15 pontos e dez assistências.

Outro ponto forte de nossa seleção foi o garrafão, com os três gigantes, Nene Hilario, Tiago Splitter — do San Antonio Spurs — e Anderson Varejão, que terminaram o jogo com respectivos dez pontos e sete rebotes, sete pontos e sete rebotes e 12 pontos e sete rebotes. Leandrinho Barbosa foi o cestinha do Brasil na partida com 16 pontos e, no finalzinho da partida, foi excluído com cinco faltas.

Foto: Agência Inovafoto

O início do jogo foi tenso. O Brasil parecia sentir a pressão dos 16 anos fora das Olimpíadas, errando arremessos, passes e cometendo faltas técnicas, como a de Splitter.

No entanto, em pouco tempo, o time tomou as rédeas da partida e comandou com tranquilidade até o último quarto, quando voltou a  cair de rendimento e deixou sua vantagem de 13 pontos do meio do terceiro período cair para apenas quatro, tendo o placar de 75 a 71 ao fim.

Os favoritos ao ouro, os Estados Unidos, enfrentaram a França em mais uma bela apresentação do “2012 Dream Team”. Comandados por Kevin Durant, com 22 pontos, os estadunidenses fecharam o jogo em 98 a 71.

Pelo lado da França, os três jogadores dos Spurs eram a principal esperança dos azuis, mas com atuação ruim de Tony Parker, que não conseguiu armar seu time, com Boris Diaw fora da forma física esperada e com Nando De Colo, demorando para se acertar na partida, os franceses acabaram decepcionados com esta primeira exibição.

Foto: Getty Images

No grupo da seleção brasileira, os espanhóis enfrentaram os chineses e fizeram uma ótima partida, com o garrafão trabalhando muito bem. Pau Gasol fez 21 pontos e pegou 11 rebotes, e o congolense naturalizado espanhol, Serge Ibaka, terminou a partida com 17 pontos e cinco rebotes. Pelo lado chinês, o grande nome e responsável por manter o jogo equilibrado por grande parte foi o ala-pivô do Dallas Mavericks, Yi Jianlian, que terminou a partida com 30 pontos e 12 rebotes. O placar, ao zerar do cronômetro, foi de 97 a 81.

Foto: FIBA

Os donos da casa não tiveram a estreia que esperavam. Os culpados pela decepção britânica, em sua primeira partida foram, os russos Andrei Kirilenko, que fez 33 pontos, e Alexey Shved com 16 pontos e 13 assistências. Pelo lado da Grã-Bretanha, os melhores pontuadores em quadra foram o ala do Chicago Bulls, Luol Deng, com 26 pontos, e o ala-pivô Pops Mensah-Bonsu, com 22.

Na partida que fechou a primeira rodada, os argentinos venceram sem muita dificuldade os lituanos. Liderados por três jogadores que atuam na NBA, Luis Scola (Phoenix Suns), Carlos Delfino (Milwalkee Bucks) e Manu Ginóbilli (San Antonio Spurs), respectivamente com 33, 21 e 20 pontos, os hermanos fecharam o jogo em 102 a 79.

Partidas da próxima rodada* (terça-feira – 31/07):

5h00 – China x Russia
7h15 – Austrália x Espanha
10h30 – Lituânia x Nigéria
12h45 – Grã-Bretanha x Brasil
16h00 – França x Argentina
18h15 - Tunísia x Estados Unidos

* Horários de Brasilia

About these ads

Publicado em 29/07/2012, em Análises, Brasil, Londres 2012, Notícias. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. é verdade que o parker nao fez um grande jogo, mas considerar ruim é um pouco exagerado na minha opinião

    • Concordo, André.
      O jogo da França era perdido, não valia a pena querer arrebentar, fazer 40 pontos e sair derrotado e esgotado fisicamente. Parker ficou um tempão no banco, assim como o Batum.

      O Brasil foi bem, para quem tinha o peso de 16 anos de frustrações, o próximo jogo é mais fácil e se ganharmos praticamente já é classificação. O Magnano fez bem em rodar o time e deixar o Caio jogar. Mas o Machado bem que poderia entender que basquete não é o forte dele. Quem sabe garoto da água?

  1. Pingback: Dá no Splitter! | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores