Splitter é cestinha e vence duelo pessoal contra Mills

Neste domingo (22), a seleção brasileira masculina de basquete venceu a Austrália por 87 a 71 em amistoso preparatório para as Olimpíadas de Londres-2012. A partida marcou o duelo de Tiago Splitter, pivô do San Antonio Spurs, contra o armador Patrick Mills, que acaba de renovar seu contrato com a equipe texana.

Splitter foi o cestinha contra a Austrália (Colin Foster/Divulgação CBB)

Splitter foi o cestinha do jogo. O pivô brasileiro terminou com 17 pontos, acertando sete dos dez arremessos de quadra que tentou, além de ter ajudado com três roubadas de bola e dois rebotes em pouco mais de 22 minutos.

Mills, por sua vez, anotou 14 pontos (5-9 FG, 2-3 3 PT) e duas assistências em aproximadamente 20 minutos. O principal pontuador australiano foi o ala-pivô David Andersen, que anotou 16.

Foi a última partida da seleção brasileira antes das Olimpíadas. A equipe nacional estreia em Londres no dia 29, contra os próprios australianos.

E mais…

Argentina endurece partida contra os Estados Unidos

Também neste domingo, a Argentina foi derrotada por apenas seis pontos para os Estados Unidos. O time sul-americano saiu perdendo por 19 a 3, mas endureceu a partida e equilibrou o jogo. Manu Ginobili, ala-armador do San Antonio Spurs, foi o cestinha de sua seleção com 23 pontos. O principal pontuador do duelo foi Kevin Durant, que anotou 27.

About these ads

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor do LANCE!Net desde 2013, três anos após ter sido estagiário do Diário LANCE!. Neste meio tempo, foi repórter de automobilismo na agência mob36, redator do UOL Esporte e colunista no Basketeria.

Publicado em 22/07/2012, em Notícias, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Achei que o Pat jogou bem.
    Aliás, pessoal, o fato de o Spurs ser o time com maior internacionalização da NBA tem suas vantagens. Que eu saiba, temos 6 jogadores em pleno treinamento agora, em ritmo de jogo, se preparando para uma competição oficial. Splitter pelo Brasil, Mills pela Austrália, Manu pela Argentina, e a filial do SAS, a seleção francesa com 3 jogadores do Spurs.
    Aliás, torço pra França ir longe nas Olimpíadas, para que Parker, De Colo e Diaw possam se manter em ritmo de jogo e ir ganhando entrosamento.
    Nenhum outro time da NBA tem tantos jogadores indo pra Londres, eu acho. O OKC tem 3, o Lakers 2, mas o Spurs é o primeiro nesse quesito. Bom pra nós.

  1. Pingback: Tá chegando… | Spurs Brasil

  2. Pingback: A confiança de Patrick Mills | Spurs Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores