Arquivo mensal: outubro 2011

O que o Spurs perdeu em novembro

Pois é, pessoal… parece que o locaute não vai acabar tão cedo não. Após reunião realizada na sexta-feira (28), jogadores e donos não chegaram a um acordo e David Stern, comissário da NBA, anunciou o cancelamento de todos os jogos de novembro. Por isso, vou usar esse espaço hoje para ser otimista e fazer um exercício: o que acontecerá se a liga preservar o calendário, mas começar com os jogos agendados para dezembro? Para o San Antonio Spurs, ao menos, isso seria uma boa notícia.

Escapamos deles?

Novembro seria um dos meses mais difíceis do calendário da equipe texana – talvez o mais difícil. A equipe viajaria para enfrentar potências como o Los Angeles Lakers e o Chicago Bulls no período e, no AT&T Center, receberia outras pedreiras como Dallas Mavericks, Oklahoma City Thunder e Orlando Magic. Contando estes cinco duelos, o Spurs teria 15 compromissos entre os dias 1 e 30/11.

Não bastasse o jogo contra o Lakers, sempre recheado de rivalidade, o Spurs enfrentaria no dia seguinte, novamente fora de seus domínios, o Portland TrailBlazers. Back-to-backs são sempre complicados, principalmente para elencos mais velhos como o de San Antonio. E, em novembro, a equipe texana encararia outros três pares de jogos em dias seguidos: Minnesota Timberwolves em Minnesota e Sacramento Kings em San Antonio; Cleveland Cavaliers em Cleveland e Houston Rockets em San Antonio e New Jersey Nets e Nova Jersey e Chicago Bulls em Chicago.

Em outras palavras, o Spurs enfrentaria Wolves, Kings e Cavs, os três adversários mais fáceis do mês, no meio de back-to-backs, o que sempre dificulta um pouco a vida da equipe texana. Nem as babas seriam babas! Vale lembrar que na última temporada, em compromissos seguidos como esses, Tim Duncan frequentemente era poupado pelo técnico Gregg Popovich em um dos dois jogos.

Os outros adversários do mês seriam Milwaukee Bucks, New Orleans Hornets e Los Angeles Clippers no AT&T Center e Golden State Warriors na Califórnia.

Por isso, não é exagero afirmar que o cancelamento dos jogos seria benéfico para o Spurs. Além de se livrar de quatro back-to-backs, a equipe não precisaria viajar para Chicago e Nova Jersey durante toda a temporada. Além disso, os dois jogos contra o Lakers que sobrariam estariam entre os quatro últimos da equipe, lá em março, quando a situação do time já deverá estar bem definida.

Boa notícia? Bem, é sempre bom ver o lado bom das coisas. Mas aposto que a maioria dos leitores preferiria já estar vendo a temporada a ler esse tipo de texto…

Neal celebra temporada de novato e confiança de Pop

Em entrevista concedida ao site Bleach Report, página americana especializada em esportes, o ala-armador do San Antonio Spurs Gary Neal se mostrou satisfeito com sua temporada de novato. O jogador gostou de ser escolhido para disputar o jogo Rookies x Sophomores, tradicional partida do All-Star Weekend.

“Participar da equipe de novatos foi ótimo… foi uma grande experiência fazer parte de um All-Star Weekend”, disse Neal, que teve sua temporada de novato atrasada na NBA, já que ele passou sem ser selecionado pelo Draft de 2007.

“Eu não fiquei decepcionado por não ser draftado. Eu fiz as contas e sabia que não seria draftado três meses antes do Draft. Eu simplesmente usei aquilo como motivação para continuar a crescer e me desenvolver como jogador e como pessoa”, completou o ala-armador.

Na última temporada, na série de playoffs diante do Memphis Grizzlies, Gary Neal acertou uma das bolas mais importantes do ano do San Antonio Spurs. O jogador agradeceu a confiança que o técnico Gregg Popovich colocou nele nas jogadas decisivas do time.

“Relembrando a temporada, o técnico tinha jogadas organizadas para mim no fim do jogo para arremessar a bola vencedora ou a que empataria o jogo. Para todos os jogadores e a comissão técnica do Spurs, não era surpresa que eu teria a oportunidade de arremessar a última bola. Acertar aquele arremesso foi ótimo. Dar a seu time a chance de vencer um jogo importante como aquele é um grande sentimento e eu estou simplesmente feliz por aquela bola ter caído”, declarou Neal.

E mais…

Kawhi Leonard treina arremessos de três pontos

O site Project Spurs, especializado na equipe de San Antonio, postou um vídeo em que é possível ver Kawhi Leonard treinando seu arremesso de três pontos. O jogador, que teve aproveitamento de 29,1% do perímetro em sua última temporada universitária, arremessa 15 vezes na prática e acerta nove – ou seja, encesta 60% das tentativas. Em certo momento, o ala acerta cinco arremessos consecutivos. Veja o vídeo abaixo.

Brake

Foi muito bom passar essa temporada com o Spurs Brasil. Infelizmente, ela acabou cedo demais, com a eliminação do San Antonio Silver Stars na primeira fase dos playoffs, contra o Minnesota Lynx (que acabou sendo o campeão desse ano da WNBA).

Becky Hammon na Rússia

Agora é o momento da offseason e, por mais que os torcedores loucos por basquete feminino tentem, é praticamente impossível acompanhar o que acontece na Europa e na Ásia (Ruth Riley está na China). Por isso essa coluna vai dar um brake, um intervalo, e volta quando as ações na WNBA tomarem forma novamente, o que deve acontecer em abril do ano que vem, a partir do Draft.

E por que essa offseason será tão parada? Lauren Jackson, Diana Taurasi, Penny Taylor e Becky Hammon, principais jogadoras de seus times, já assinaram contrato de renovação com as equipes que têm atuado. Por isso, não existirá toda aquela especulação, como em 2009, quando a primeira australiana mencionada esperou até os 45 minutos do segundo tempo para garantir que ficaria com o Seattle Storm, por exemplo.

Então, me despeço de vocês esse ano, e agradeço àqueles que acompanharam a movimentação do San Antonio Silver Stars nessa temporada.

Se você quiser continuar acompanhando o basquete feminino nacional ou internacional, pode me seguir no Twitter e acompanhar os meus blogs (Dentro da WNBA e No Blog da Roberta).

Nos vemos no ano que vem!

Um abraço!!!

Ginobili adia parecer sobre o futuro

Em entrevista ao site argentino Canchallena, Manu Ginobili disse que ainda não sabe o que fazer durante o locaute. O ala-armador está em dúvida entre continuar em seu país, ao lado de sua família, ir treinar nos Estados Unidos ou jogar na Itália, já que ele possui uma proposta do Virtus Bologna.

“Em San Antonio, Tim (Duncan), Tiago (Splitter) e vários dos jogadores estão treinando. Mas eu teria de ir sozinho. Não levaria toda a família. Iria sozinho e deixaria minha esposa e as crianças. Ainda não sei o que fazer”, disse Ginobili, que contou que Duncan é o responsável pelos treinos em San Antonio.

“Tim tem um ginásio com um treinador que faz um plano de trabalho e de exercício para os jogadores seguirem”, completou o ala-armador.

Sobre a possibilidade de atuar no basquete italiano, Ginobili pretende esperar um pouco mais para ver os desdobramentos do locaute.

“Verei diariamente em que pé andam as negociações. Originalmente, eu não ia jogar em lugar nenhum fora da NBA se a temporada fosse cancelada. Vou esperar. No meio de novembro, se a temporada da NBA não começar, eu verei o que fazer. Tenho que discutir isso com minha família”, declarou o argentino.

E mais…

Splitter confirma treinos com Duncan

Por meio de seu Twitter pessoal, o pivô brasileiro Tiago Splitter confirmou que está em San Antonio treinando com Tim Duncan. Além disso, de acordo com o site IndyStar, o pivô Roy Hibbert, do Indiana Pacers, também pretende ir para o Texas para treinar novamente com o ala-pivô do Spurs.

Parker pede para o Spurs contratar Batum

De acordo com reportagem do site francês Basket Session, Tony Parker gostaria de contar com o compatriota Nicolas Batum no San Antonio Spurs. Segundo o armador, a franquia texana tinha interesse em draftar o ala em 2008.

“Meu sonho? O Spurs contratar Nicolas Batum. Nico conhece a história, ele sabe que o Spurs ia draftá-lo. Eu estava ficando louco, foi a primeira vez que eu compareci ao Draft. Íamos jogar juntos até o Blazers estragar tudo. Eu realmente quero que o Spurs o contrate como free agent“, disse Parker.

Em 2008, o Portland TrailBlazers usou a 25ª escolha do Draft, adquirida após troca com o Houston Rockets, para selecionar Batum. O Spurs era o 26° no recrutamento e acabou draftando o armador George Hill.

Batum tem somente mais um ano de contrato garantido com o Blazers. Para a temporada 2012/2013, o ala tem uma qualifying offer de aproximadamente US$ 3,2 milhões.

E mais…

Veja os melhores momentos de Blair na Rússia

Nesta offseason, DeJuan Blair acabou dispensado após curta passagem pelo Krasnye Krylya, da Rússia, equipe em que decidiu jogar durante o locaute. O ala-pivô não fez feio em sua aventura na Europa: em três jogos na liga local, apresentou médias de 16 pontos e 6,7 rebotes em 20,8 rebotes por exibição. Confira abaixo um vídeo postado pelo Project Spurs, site especializado no time texano, com os melhores momentos do jogador.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores