Arquivo mensal: março 2011

Spurs (57-17) Vs Celtics (51-22) – Temporada Regular

San Antonio Spurs Vs Boston Celtics – Temporada Regular

Data: 31/03/2011

Horário: 21h00 (horário de Brasília)

Local: AT&T Center

San Antonio Spurs e Boston Celtics passam por seus piores momentos na temporada. O time texano vem de quatro derrotas consecutivas, enquanto os verdes de Massachusetts perderam três dos últimos cinco jogos. A boa notícia é que Gregg Popovich deverá contar com a volta de Tony Parker e Manu Ginobili, que ficaram de fora do último jogo. Tim Duncan também poderá retornar nesta quinta, mas isso ainda é um mistério.

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – Antonio McDyess

Fique de Olho – Eu sempre bato nessa tecla e volto a insistir: quando Richard Jefferson joga bem, o San Antonio Spurs é um time muito difícil de ser batido. Em má fase, RJ24 precisa melhorar se quiser conquistar seu primeiro anel na NBA.

PG – Rajon Rondo

SG – Ray Allen

SF – Paul Pierce

PF – Kevin Garnett

C – Nenad Krstic

Fique de Olho – Sempre mortal nas bolas de longa distância, Ray Allen deve ser vigiado de perto pelos defensores texanos. Caso contrário, o estrago pode ser irreversível.

Fundamentos do Jogo com o Técnico “B” – Parte 3

http://i689.photobucket.com/albums/vv251/peskinha/barras/glauber-interativo.jpg

Com a sequência de quatro derrotas consecutivas, nada melhor que um pouco de humor pra aliviar a crise. O ala-pivô Matt “Red Rocket” Bonner continua com sua série “Fundamentals of the Game with Coach B”, do site oficial do Spurs. O ala-pivô, após ensinar como usar ambas as mãos e a mecância do arremesso, agora mostra como fazer um bom aquecimento. Vale a pena conferir mais um vídeo engraçadíssimo de Bonner:

Ensinamento 3: Aquecimento

Spurs Brasil entrevista Nando de Colo

O francês Nando De Colo, hoje com 23 anos de idade, foi escolhido pelo San Antonio Spurs no 53º posto do Draft de 2009. Porém, o jogador, que pode atuar de 1 e 2, não viajou diretamente para os Estados Unidos – manteve o vínculo com a equipe texana, mas foi para a Espanha para jogar pelo Valencia.

Logo em sua primeira temporada, ganhou o título da Eurocup – uma espécie de segunda divisão da Euroliga – e foi escolhido para fazer parte do quinteto ideal do torneio. Caiu um pouco de rendimento no começo desta temporada e perdeu o lugar de titular no Valencia, mas logo se recuperou e, com média de 10,9 pontos (48,3% FG, 27,3% 3PT) por partida, foi indicado para o prêmio de melhor sexto homem da Liga ACB – o campeonato espanhol de basquete.

Com a chegada de Tiago Splitter, De Colo passou a ser o principal jogador do Spurs na Europa. Gentilmente, o combo guard aceitou conceder uma entrevista ao Spurs Brasil por e-mail. Veja a seguir o que o francês nos disse:

Spurs Brasil – No ano passado, você ganhou o título da Eurocopa, e agora está entre os indicados para o prêmio de melhor sexto homem da ACB. Já podemos fizer que você é um jogador de sucesso na Europa. Você pretende continuar no continente ou planeja jogar na NBA?

Nando de Colo – Sim, verdade! Mas eu sou uma pessoa que vive dia por dia, e no momento eu estou no Power Electronics Valencia, e tenho contrato com o time por mais um ano. Claro que a NBA sempre será uma meta, veremos o que vai acontecer no futuro.

SB – O que você pensa do grupo da França (Alemanha, Israel, Itália, Letônia e Sérvia) na Eurobasket 2011, classificatório para a Olimpíada de Londres? Você vai jogar o torneio?

NDC - Vou pensar mais sobre o time francês depois da temporada. Nós estrearemos no dia 12 de julho, mas todos sabem o quanto vai ser difícil e importante, com muitos jogaços em poucas semanas!

SB – Como está o seu contrato com o Valencia? Você está livre para ir para a NBA a qualquer momento que desejar?

NDC - Tenho mais um ano de contrato com o Valencia, e posso optar pelo buyout no final desta temporada.

SB – Alguém da diretoria e/ou do corpo técnico do Spurs mantém contato com você e seu agente? Vocês têm alguma coisa combinada para a próxima temporada, como jogar a Summer League ou fazer parte da pré-temporada da equipe?

NDC - Sim, eu mantenho contato com o pessoal do Spurs e às vezes eles vêm me ver jogar. É muito importante para mim, pois eles me acompanham… E quando eles têm algumas coisas para dizer sobre meu jogo (o que eu faço de bom, ou o que preciso melhorar), eles acabam dando alguns toques.

SB – Você já falou com o Tony Parker sobre jogar no Spurs? Você mantém contato com ele por conta da equipe francesa? Você sabe se ele vai jogar o Eurobasket?

NDC - Eu nunca falei muito com o Tony sobre o Spurs porque neste momento eu estou na Europa. Nós mantemos contato quando podemos, e quando eu falo com o pessoal do Spurs, eles me mandam cumprimentos do Tony e eu pergunto sobre ele e o time… Se tudo correr dentro do normal, Tony deve estar com a França na Eurobasket, eu espero que todos os jogadores atendam se juntem à equipe neste ano.

Parker e De Colo juntos pela seleção francesa

SB – Se você planeja jogar no Spurs, em que papel você acha que se encaixaria melhor no esquema de Gregg Popovich? Um armador como Tony Parker ou um ala-armador como Manu Ginobili?

NDC - No momento, penso pouco sobre isso, mas há dois anos eu jogo bastante como um armador, e passei um pouco de tempo como ala-armador. Quero manter essas duas possibilidades no meu jogo.

SB – Você vê semelhanças entre você e Manu Ginobili? Os dois foram draftados pelo Spurs, ficaram mais um tempo na Europa e obtiveram sucesso como sexto homem.

NDC - Sim, no momento nossa trajetória no basquete é um pouco parecida, mas Ginobili sabe que ele pode jogar na Europa e na NBA, ele é um grande jogador. Eu preciso continuar trabalhando e melhorando meu jogo para ver o que acontece se um dia eu for para a NBA.

SB – Você conheceu Tiago Splitter quando ele estava no Caja Laboral? Você acha que ele pode ter sucesso na NBA?

NDC - Eu vi Splitter quando eu joguei contra ele, mas nada mais do que isso… Apenas “Olá, como você está?” e nada mais. Ele foi um bom jogador na Europa. Claro que é sempre diferente jogar na NBA, mas ele tem boas jogadas e pode aprender bastante no Spurs. Ele pode achar seu lugar neste time.

Colaboraram Bruno Pongas, Glauber da Rocha e Victor Moraes

Spurs manda Da’Sean Butler para a D-League

O Spurs mal contratou o ala Da’Sean Butler e já o enviou para a D-League (Liga de Desenvolvimento da NBA). Butler, recém-recuperado de um problema físico, está pronto para jogar há cerca de três semanas.

O jogador vestirá a camisa do Austin Toros para recuperar a forma física. Vale lembrar que outro ala, James Anderson, também “estagiou” no time texano, filiado ao San Antonio Spurs,  para se reabilitar de uma cirurgia no pé.

42ª escolha do draft de 2010, Butler teve o Miami Heat como seu primeiro time dentro da NBA, mas logo foi dispensado. Na universidade, o ala ajudou West Virginia a chegar ao Final Four da NCAA. Em sua última temporada universitária, Butler acumulou expressivas médias de 17.2 pontos e 6.2 rebotes por noite.

Spurs (57-17) vs Blazers (43-31) – Complicou…

92×100http://l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/por.gif

O San Antonio Spurs conseguiu chegar à quarta derrota seguida, o que é muito preocupante, já que o time ainda mantém a liderança da conferência Oeste, mas ao mesmo tempo está sem seus principais jogadores por conta de problemas físicos. A sequência negativa coloca em prova a liderança do Spurs no Oeste da NBA.

Infelizmente Hill não conseguiu comandar o time a desejada vitória

Todos nós sabiamos que, sem o nosso big-three, o jogo seria complicadíssimo pro lado texano. Porém, ao menos teriamos confiança em fazer um embate equilibrado, já que as outras derrotas do Spurs, mesmo com vários desfalques, foram definidas nos últimos minutos das partidas. Já no primeiro período, o Blazers saiu na frente, fazendo 28 x 22. Nesse momento do jogo, o Spurs era comandado por George Hill e Steve Novak na quadra.

Já no segundo quarto, o San Antonio Spurs conseguiu fazer um jogo parelho, porém saiu derrotado novamente por um ponto na parcial, e o placar ficou 58 x 51 para o Blazers. O Grande problema do Spurs era debaixo da cesta, onde a dupla DeJuan Blair e Matt Bonner apresentava grandes deficiências na defesa (nada incomum, diga-se de passagem né…).

No terceiro período, veio a reviravolta. Comandado por George Hill, o time demonstrou muita força, e mesmo com uma equipe notoriamente inferior, equilibrou e virou o marcador, que no fim do período, marcava 72 x 67 para o time da casa.

Porém, no último quarto, Hill foi para o banco e o rendimento do time texano caiu, o que permitiu a retomada do Blazers. E aí ocorreu a virada do time adversário. Hill a esse ponto já era o cestinha absoluto do Spurs, ultrapassando novamente a barreira dos 20 pontos. Porém, em uma partida na qual somente Hill e Tiago Splitter cumpriram bem o seu papel, o San Antonio Spurs saiu novamente derrotado.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

George Hill – 27 pontos e seis assistências

Tiago Splitter – 14 pontos e nove rebotes

Portland TrailBlazers

Andre Miller – 26 pontos

Wesley Matthews – 19 pontos

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores