Arquivo mensal: janeiro 2011

Oberto pode voltar ao San Antonio Spurs

O ala-pivô Fabrício Oberto pode desistir da aposentadoria mais uma vez. Aos 35 anos, o argentino se retirou do basquete no início da temporada por conta de problemas cardíacos. No entanto, Oberto já planeja o retorno, e para a equipe que o acolheu na NBA: o San Antonio Spurs.

De acordo com o Spurs Nation, “Fabri” assistiu ao triunfo texano sobre o Houston Rockets no último sábado ao lado de RC Buford, gerente-geral do Spurs. Além disso, o ex-atleta foi visto no treinamento da equipe no domingo, o que indica que ele realmente poderá voltar.

Oberto, contudo, ainda depende do resultado de alguns exames para decidir sobre seu retorno. “Farei alguns testes e veremos o que vai acontecer”, declarou. Em quatro temporadas com o Spurs, o argentino registrou médias de 3.3 pontos e 3.6 rebotes por noite.

Bonner estará na Rodeo Trip, mas ainda é dúvida

Matt Bonner - San Antonio SpursMatt Bonner está quase recuperado de um problema no joelho. O ala-pivô participará da Rodeo Trip, mas é dúvida para os três primeiros embates da viagem: Portland Trail Blazers, Los Angeles Lakers e Sacramento Kings. Quem também estará presente na turnê é James Anderson, que estava recuperando o ritmo de jogo no Austin Toros (D-League) após uma fratura por stress no pé direito.

Spurs (40-7) vs Rockets (22-27) – Doce despedida

108X95

Neste sábado, em sua última partida em casa antes da Rodeo Trip 2011 – uma série de nove partidas que a equipe fará como visitante – o San Antonio Spurs venceu o rival texano Houston Rockets por 108 a 95 e conseguiu sua 40ª vitória nesta temporada.

Outra excelente partida de Manu! MVP? (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

O Spurs começou o jogo com o mesmo quinteto inicial de toda a temporada: Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, DeJuan Blair e Tim Duncan. Com pouco mais de três minutos jogados, Blair fez sua segunda falta e Pop colocou em quadra Tiago Splitter, que ajudou a marcar seu ex-colega de TAU Cerámica Luis Scola. Mas quem se destacou no primeiro período foi Parker – com dez pontos e três assistências, o francês foi o líder de sua equipe, que, ao final da parcial, perdia por 26 a 25.

Jefferson acertou quase tudo que tentou (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

O Spurs tomou a liderança faltando pouco mais de sete minutos para o final do segundo quarto – 37 a 36 após uma cesta de Antonio McDyess. Porém, a partida continuaria equilibrada até o intervalo; ao final da primeira metade do embate, o time da casa vencia por 53 a 51. Parker já tinha 13 pontos, e Manu e Blair somavam dez cada.

O terceiro período continuou parelho. Faltando pouco menos de sete minutos para o fim da parcial, o Spurs vencia por 64 a 61, e todos os titulares da equipe mandante já haviam anotado ao menos dez pontos – foi a sétima vez nesta temporada que isso aconteceu. No final do quarto, o time de San Antonio conseguiu abrir certa vantagem, e entraria no período final vencendo por 76 a 71.

Foi na parcial derradeira que o Spurs mostrou sua força. Logo nos primeiros quatro minutos, o time da casa abriu ainda mais vantagem, e colocou 86 a 77 no marcador. O Rockets tentou pedir tempo para reagir, mas a equipe de San Antonio pontuou ainda mais e definiu a partida. Ainda deu tempo do técnico Gregg Popovich colocar os reservas em quadra, como o ala-armador novato James Anderson, que atuou pelo Spurs pela primeira vez desde que sofreu uma fratura por stress.

Na terça-feira, dia 01/02, o time de San Antonio começa sua viagem em Portland, onde enfrentará o TrailBlazers, atual oitavo colocado da Conferência Oeste.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 22 pontos (4-6 3P), quatro assistências e duas roubadas de bola

Richard Jefferson – 18 pontos (7-8 FG, 2-3 3P) e três rebotes

Tony Parker – 17 pontos e cinco assistências

DeJuan Blair – 14 pontos, 12 rebotes, três assistências e três tocos

George Hill – 14 pontos, cinco assistências e duas roubadas de bola

Tim Duncan – 12 pontos e sete rebotes

Tiago Splitter – Três pontos (1-4 FG, 1-1 FT), três rebotes (um ofensivo), duas roubadas de bola e um toco tomado em 14:11 minutos

Houston Rockets

Luis Scola – 23 pontos, dez rebotes e três roubadas de bola

Kyle Lowry – 15 pontos e sete assistências

A Rodeo Trip 2011

Na última quarta-feira, durante a 1ª Twitcam do Spurs Brasil, alguns de nossos leitores – além de verem o quanto nós somos feios – perguntaram sobre a Rodeo Trip. Quem quiser saber mais sobre o evento, pode ler este artigo que o nosso blogueiro Victor Moraes escreveu sobre o assunto em 2009. Resumidamente, a cada ano o AT&T Center recebe um rodeio, e, neste período, o San Antonio Spurs se vê obrigado a atuar longe de seu ginásio. E, na próxima terça-feira, junto com o mês de fevereiro, começa uma série de nove partidas que a equipe texana fará como visitante.

Enquanto isso, no AT&T Center...

Por isso, uso hoje este espaço para dissecar a Rodeo Trip 2011 – vou falar da viagem jogo a jogo. Apresento os tópicos no seguinte formato: Data – Nome do adversário – Placar nesta temporada – Dificuldade (em uma escala de 1 a 5) e, em seguida, um pequeno texto analisando o confronto. Vamos à lista:

01/02 – Portland TrailBlazers – 1-0 – 3

Na atual temporada, o Blazers vem sofrendo muito com problemas físicos de seus principais jogadores – como o excelente Brandon Roy e o pivô de porcelana Greg Oden – e mesmo assim deve garantir a vaga para os playoffs. Hoje, o time de Portland é o 8º colocado com folga – tem 54,3% de aproveitamento contra 48,9% do Memphis Grizzlies, que está em 9º – e é um provável adversário do Spurs na primeira fase da pós-temporada. Por isso, pode querer mostrar serviço no jogo.

03/02 – Los Angeles Lakers – 1-0 – 5

Se o Blazers é provável adversário do Spurs na primeira fase dos playoffs, o Lakers é o favorito a chegar nas finais do Oeste para, quem sabe, enfrentar a equipe texana. Atualmente no segundo posto da conferência, a equipe angelina é, sem dúvidas, o oponente mais difícil durante a Rodeo Trip.

04/02 – Sacramento Kings – 0-0 – 2

O Kings é o atual vice-lanterna da Conferência Oeste – está à frente apenas do Minnesota Timberwolves, e por meio jogo – e deve ser presa fácil para o Spurs. Só não coloquei dificuldade 1 por se tratar de um back-to-back – quatro das sete derrotas do time texano na temporada vieram no segundo de uma série de dois jogos seguidos. E vale lembrar o quanto Manu Ginobili se desgastou para marcar Kobe Bryant no primeiro duelo entre Spurs x Lakers desta temporada.

08/02 – Detroit Pistons – 0-0 – 2

O Pistons é um dos times mais irregulares da temporada: foi capaz, por exemplo, de vencer o Boston Celtics com folga, e no jogo seguinte tomar uma surra do Phoenix Suns. A equipe depende demais de uma noite inspirada de uma de suas estrelas, como Tracy McGrady e Tayshaun Prince. Se isso não acontecer, a chance de vitória do Spurs é grande.

09/02 – Toronto Raptors – 1-0 – 2

Terceiro pior time da pior conferência da NBA – a Leste – o Toronto Raptors depende de noites inspiradas de DeMar DeRozan e/ou Andrea Bargnani para vencer. Os dois jogadores citados têm qualidades, mas podem ser anulados com facilidade pela defesa texana. O que pode atrapalhar é o fato de ser mais um back-to-back durante a viagem.

11/02 – Philadelphia 76ers – 1-0 – 2

O 76ers é atualmente o sétimo colocado da Conferência Leste, atrás apenas dos favoritos Boston Celtics, Miami Heat e Orlando Magic e dos medianos Atlanta Hawks, Chicago Bulls e New York Knicks. Digamos que o time da Filadélfia é o “melhor dos piores” da liga, e pode complicar a vida do Spurs se estiver em uma noite inspirada.

12/02 – Washington Wizards – 1-0 – 2

Problema físico do principal jogador, John Wall, briga entre os dois jovens jogadores, Andray Blatche e JaVale McGee, e quarta pior campanha da Conferência Leste: temporada para o Wizards esquecer. Pode complicar a vida do Spurs apenas caso Wall esteja inspirado, e também por se tratar de um back-to-back.

14/02 – New Jersey Nets – 0-0 – 1

Um dos elencos mais fracos da NBA – quem sabe o mais fraco – o New Jersey Nets tem somente 13 vitórias em 45 jogos disputados, campanha superior apenas às de Cleveland Cavaliers, Sacramento Kings e Minnesota Timberwolves. Deve ser uma das mais fáceis presas do Spurs durante esta viagem.

17/02 – Chicago Bulls – 1-0 – 4

Ao lado do San Antonio Spurs, o Chicago Bulls é um dos times que mais melhorou quanto à última temporada. Este crescimento se deu graças ao desenvolvimento do armador Derrick Rose e à chegada do ala-pivô Carlos Boozer, que sempre faz boas partidas contra o Spurs. Parada duríssima para encerrar a viagem.

Como puderam perceber, o time texano ainda não perdeu para nenhum adversário que terá pela frente na Rodeo Trip. Além disso, a equipe encara, durante a viagem, uma série de oponentes tecnicamente mais fracos. Vejo o Spurs com capacidade para voltar ao Texas com, no mínimo, mais cinco vitórias, o que encaminharia bem o primeiro lugar na Conferência Oeste. Vamos torcer!

Neal pode ser desfalque contra o Rockets

Gary Neal - San Antonio SpursO San Antonio Spurs encara o rival Houston Rockets neste sábado. Sem contar com Matt Bonner, machucado, os comandados de Gregg Popovich podem ter outra baixa de peso: Gary Neal.

Neal sofreu uma pancada no joelho esquerdo durante o duelo de quinta-feira contra o Utah Jazz e vem sentindo dores no local. O jogador participou normalmente do treino de sexta, mas ainda é dúvida para o embate de logo mais em Houston.

Blair no Super Bowl XLV

Blair era um dos destaques da Universidade de Pittsburgh

Oriundo da cidade de Pittsburgh, o ala-pivô DeJuan Blair está ansioso para a disputa do Super Bowl XLV – grande final do futebol americano. A partida, disputada entre Pittsburgh Steelers e Green Bay Packers, será realizada no moderno Cowboys Stadium, em Dallas, palco do último All-Star Game da NBA.

“Espero que ninguém em San Antonio fique chateado comigo”, disse Blair, sobre a possibilidade de ir à cidade rival para assistir ao clássico. “Eu amo aquele estádio (Cowboys Stadium). Estive lá para o jogo dos novatos da NBA. É muito grande. Espero que vá muita gente de preto e amarelo”, completou, fazendo referência às cores do seu Pittsburgh Steelers.

O Super Bowl XLV acontece no dia 6 de fevereiro.

Spurs (39-7) vs Rockets (22-26) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Houston Rockets – Temporada Regular

Data: 29/01/2011

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Situação do Jogo

Depois de perder para o New Orleans Hornets no último sábado, o San Antonio Spurs se recuperou ao vencer o Golden State Warriors na segunda e o Utah Jazz na quarta-feira, e desde de lá teve bastante tempo para se recuperar para o jogo de hoje: o clássico texano contra o Houston Rockets. O Spurs deve continuar sem o ala-pivô Matt Bonner, que sente dores no joelho, e sem o ala-armador James Anderson, que está na D-League para recuperar o ritmo de jogo após ficar dois meses parado devido a uma fatura por stress. O Rockets – que vem de derrota para o também texano Dallas Mavericks, em jogo disputado na quinta-feira – tem como dúvidas o ala-pivô Jared Jeffries e o pivô Brad Miller, além de não poder contar com Yao Ming até o final desta temporada.

Confrontos na Temporada (1-0)

06/11/2010 – San Antonio Spurs 124 @ 121 Houston Rockets

Com 28 pontos e cinco assistências de Ginobili, o Spurs chegou à sua quarta vitória em cinco jogos na temporada. Naquela altura, o Rockets – que teve Kevin Martin, com 24 pontos, como destaque – havia perdido todas as suas cinco partidas.

Foto em nba.com

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – DeJuan Blair

C – Tim Duncan

Fique de Olho Nos últimos quatro jogos (três vitórias e uma derrota) do Spurs, Ginobili somou 66 pontos, 26 assistências e seis roubadas de bola. O ala-armador é o décimo colocado na corrida para o MVP do site oficial da NBA.

Foto em nba.com

PG – Kyle Lowry

SG – Kevin Martin

SF – Shane Battier

PF – Luis Scola

C – Chuck Hayes

Fique de OlhoMesmo sem ser muito badalado, Kevin Martin é um dos jogadores com maior facilidade para pontuar em toda a NBA. Nesta temporada, o ala-armador tem média de 23,3 pontos por jogo, com 45,5% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores