Arquivo mensal: junho 2009

Finley decide seu futuro até terça-feira

http://cache.daylife.com/imageserve/05K11kd2NU4tY/340x.jpg

Se continuar em San Antonio, Finley deverá atuar por menos minutos. (Foto de gettyimages.com)

Michael Finley ainda não decidiu qual será o seu futuro na NBA. O ala possui três opções que pode escolher: Continuar por mais um ano em San Antonio, onde possui uma oferta qualificatória no valor de 2,5 milhões de dólares; tornar-se um agente livre e aguardar o interesse de outras equipes; ou aposentar-se – neste caso, os valores do contrato de Finley sairiam da folha salarial da equipe do Texas.

O jogador parece não ter pressa para tomar essa decisão, mas o prazo se encerra nesta terça-feira, pois no dia seguinte abre-se o mercado para contratação de agentes livres. Caso opte por continuar em San Antonio, Finley terá mais um ano de contrato no valor de 2,5 milhões. O ala pode decidir retirar-se da NBA e se aposentar, abrindo um espaço para que a equipe invista em outro jogador. Ele também pode decidir testar o mercado. Porém, esta última opção parece improvável, pois dificilmente o atleta conseguiria um acordo de maior valor do que o que possui com o Spurs.

Na temporada 2008/2009, Finley foi titular em 77 das 81 partidas em que atuou, e obteve médias de 9,7 pontos, 3,3 rebotes e 1,4 assistências em 28,8 minutos por jogo.

Siga o Spurs Brasil também no Twitter. Clique aqui!

Participe da nossa comunidade oficial no Orkut. Clique aqui!

Udoka segue com o futuro indefinido

Udoka ainda não sabe onde jogará a próxima temporada. Fonte: rotorob.com

Udoka ainda não sabe onde jogará a próxima temporada. Fonte: rotorob.com

A partir do próximo dia primeiro, o ala Ime Udoka se tornará um agente livre. Assim como os outros jogadores nessa situação, ele aguarda o contato da comissão técnica e da diretoria do San Antonio Spurs, e, eventualmente, de outras franquias que possam estar interessadas em seu jogo.

O atleta revelou que teve uma conversa com o treinador da equipe texana em meados de abril: “No meu encontro com Popovich no fim da temporada, ele me disse que minha renovação dependeria do que eles fizessem na offseason“, disse Udoka. “Eu vou ouvir todas as opções e oportunidades para e decidir o que vou fazer nas próximas semanas”, completou.

O ala disse ser San Antonio sua primeira opção; afinal, os Spurs foram a primeira equipe em que Udoka ficou por mais de uma temporada. Mas ele também falou que entenderá se a franquia optar por uma reconstrução no elenco.

O jogador ainda acha que a eliminação precoce da equipe na última temporada pode influenciar no processo: “Ser eliminado na primeira rodada é algo que ninguém aqui está acostumado, então eu tenho certeza que eles vão mudar algumas coisas. Eu apenas estou ansioso para ver aonde me encaixarei nesse processo”, revelou.

Com 32 anos, Udoka ainda revelou uma curiosidade sobre o futuro da sua carreira: “Obviamente, eu ainda quero jogar por mais alguns anos, mas todos os treinadores com quem joguei mencionaram que eu devo pensar em ser técnico um dia. Isso inclui o Pop. Chamou minha atenção”.

Siga o Spurs Brasil também no Twitter. Clique aqui!

Participe da nossa comunidade oficial no Orkut. Clique aqui!

Soluções começam a aparecer

George Hill, Jack McClinton, Malik Hairston, Marcus Williams, James Gist, DeJuan Blair e Ian Mahinmi. Devem ser os principais nomes da equipe do San Antonio Spurs na próxima Liga de Verão. Em tempo: o combo guard francês Nando De Colo ainda deve permanecer por mais algumas temporadas na Europa antes de começar seu ciclo estadunidense.

No ano passado, ouviam-se muitas críticas em relação à idade do elenco texano. Uma renovação parecia cada vez mais urgente e distante, e era a cada dia mais exigida. Pois bem; hoje ela parece mais perto do que o imaginado. Todas as posições terão representantes jovens atuando com a camisa da franquia nas Summer Leagues. E, além dos nomes já citados, há também a aposta no brasileiro Tiago Splitter.

Além da idade do elenco, qualquer análise mais atenta ao elenco dos Spurs notava duas claras carências; um ala e um parceiro para Duncan no garrafão. A primeira parece ter sido solucionada de modo preciso com a troca que trouxe o bom Richard Jefferson.

Porém, ainda resta o problema no garrafão dos Spurs. Para a próxima temporada, apenas Bonner está, a princípio, confirmado para jogar o lado de Duncan. Gooden tem seu contrato encerrando-se nessa offseason, e, até agora, não começou conversas para a renovação. Thomas, trocado com o Bucks, pode até, eventualmente, receber um buyout e acabar retornando. Splitter não deve chegar para essa temporada. E jovens como Blair e Mahinmi, dependendo da situação do plantel, podem acabar participando ativamente do plano de jogo texano.

De qualquer modo, dos três problemas crônicos do nosso elenco na última temporada, dois parecem estar solucionados, com a precisão característica da gestão de Buford e Popovich. Vamos torcer pra que isso não seja só uma impressão, ou apenas otimismo exagerado de torcedor.

Siga o Spurs Brasil também no Twitter. Clique aqui!

Participe da nossa comunidade oficial no Orkut. Clique aqui!

Spurs pode trazer big man da Europa

Bouroussis pode estar na mira dos Spurs. Fonte: bleacherreport.com

Bouroussis pode estar na mira dos Spurs. Fonte: bleacherreport.com

Segundo os sites Fanhouse e 48 Minutes of Hell, a equipe do San Antonio Spurs pode estar atrás do ala-pivô grego Yiannis Bouroussis, que hoje joga na equipe do Olympiakos. O jogador de 25 anos tem 2,15m de altura e pesa 127 quilos.

Na última Euroliga, Bouroussis participou de 22 jogos com a camisa do Olympiakos. Ele obteve, em média, 12,5 pontos, 7,4 rebotes, 0,7 assistências, 0,7 roubadas e 0,5 tocos a cada 21:16 minutos.

Segundo fontes gregas, a franquia texana teria oferecido ao atleta, durante sua participação na fase Final Four da Euroliga, um contrato de três anos, num valor que varia de 10 milhões e meio a 12 milhões anuais; uma parcela considerável da MLE da equipe.

Com isso, o rumor envolvendo Rasheed Wallace com a camisa do Spurs iria por água abaixo. Bouroussis seria o nome escolhido para entrar na rotação do garrafão de equipe, ao lado de Bonner e Duncan. Gooden tem seu contrato vencendo nessa offseason e ainda não decidiu seu futuro, e Mahinmi, Blair e Splitter podem pintar em breve no plano de jogo da equipe de San Antonio.

Siga o Spurs Brasil também no Twitter. Clique aqui!

Participe da nossa comunidade oficial no Orkut. Clique aqui!

Semana movimentada em San Antonio

Os acontecimentos desta última semana começaram a definir o futuro do Spurs para a próxima temporada. Uma troca surpreendente e algumas escolhas de draft depois, e a equipe começa a tomar forma para 2009/2010.

jefferson_blair

Primeiro, a chegada de Richard Jefferson, vindo do Milwaukee Bucks, que pegou a todos de surpresa. Não houveram sequer rumores sobre esta possível troca; tudo foi feito “por de baixo dos panos” – afinal, “cão que late não morde”, já dizia minha avó. Em troca do ala, o Spurs enviou Bowen, Kurt Thomas e Oberto, sendo que este último logo em sequência foi enviado para Detroit, em troca de Amir Johnson.

Para quem cobrava renovação, se foram três jogadores em vias de aposentadoria e chegou um que está em seu auge. Jefferson chega para suprir a carência da equipe na posição 3, e sua capacidade técnica e física alivia a pressão sobre Parker, Duncan e, principalmente, Ginobili. Com ele, o Spurs volta a impor medo em seus adversários. Mas não foi apenas esta a mudança.

Na noite de ontem, aconteceu o Draft da NBA, evento onde as franquias podem selecionar jogadores vindos do basquete universitário. O centro das atenções sem dúvida foi Ricky Rubio. Nem mesmo Blake Griffin, o escolhido número 1, chamou tanto a atenção quanto o espanhol. Diante de toda a polêmica criada ao seu redor, o armador acabou sendo escolhido apenas na quinta escolha pelo Minessota Timberwolves, e ficou claramente insatisfeito.

Mas enquanto todas as atenções estavam viradas para outro lado, o San Antonio Spurs agiu silenciosamente, e, com apenas a 37ª escolha, selecionou DeJuan Blair, que chegou a ser cotado para ser Top 20, mas acabou sendo deixado de lado por muitas equipes, com medo de possíveis novas lesões no joelho do jogador. Sorte do Spurs, que com uma escolha baixa consegue selecionar um jogador que será extremamente útil, trazendo ânimo e força do banco de reservas, ou eventualmente até sendo titular.

Blair mostrou-se excelente reboteiro no basquete universitário, e compensa a pouca altura (ele tem 2 metros) com sua grande evergadura e muita força. No ataque, sua arma é o low post, quase sempre finalizando com giros e pequenos ganchos. Também é muito eficiente nos rebotes ofensivos. O jogador chega em um momento de escassez de jogadores de garrafão, pois restaram apenas Duncan, Bonner e Mahinmi disponíveis.

Com a 51ª escolha, Jack McClinton foi selecionado; um armador com excelente chute de 3 pontos. Caso este jogador mostre eficiência durante os treinos e as ligas de verão, vejo a possibilidade dele ser incorporado ao plantel e desempenhar um importante papel na equipe como um especialista em arremessos.

No 53ª escolha, Nando De Colo foi escolhido. Um combo guard de origem francesa; uma aposta dos texanos para o futuro. O armador de 22 anos parece muito habilidoso, porém ainda não está preparado para a NBA. O francês deve receber uma atenção especial dos preparadores de San Antonio para, quem sabe dentro de um ou dois anos, integrar o plantel da franquia na NBA.

Com estas mudanças, o criticado plantel envelhecido começa a mudar e a se rejuvenecer. Richard Jefferson eleva novamente a equipe ao patamar de uma das favoritas ao título. enquanto os jovens selecionados chegam para dar o fôlego que faltou ao time na última temproada.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores